Publicidade
Blogs

Manaus – sub-sede olímpica.

05/07/2016 às 11:04

“Sempre tenha um sonho e trabalhe duro, fazendo o quase impossível, com muito planejamento e alegria para alcançá-lo” - Autor desconhecido.

Estamos a pouco mais de uma mês de sediarmos no Brasil os Jogos Olímpicos de 2016, evento marcante e histórico para nós brasileiros e para o mundo. Tal fato faz com que tenhamos que ultimar os últimos detalhes para realizarmos um espetáculo que orgulhará a nós e ao mundo. Manaus se insere neste contexto, pois será palco de partidas de futebol masculino e feminino, incluindo um jogo de nossa seleção feminina. Para tal propusemos e realizamos a poucos dias uma Audiência Pública para discutirmos com as autoridades envolvidas os detalhes que dizem respeitos a tão grandioso evento em nossa Cidade/Estado.

O enfoque não podia ser outro e voltou-se para as ações que estão sendo desenvolvidas a fim de se ter jogos de futebol olímpico como um espetáculo a ser prestigiado e assistido, como algo que fique na lembrança e na história da humanidade.  Para tanto, é necessário que se respeitem os direitos preconizados para os torcedores, especialmente, aqueles previstos no Estatuto do torcedor (Lei n. 10.671, de 15.05.2003), pelo qual as instalações que os abriguem lhes dê conforto, segurança e acessibilidade adequada, o que pelo exposto na reunião está sendo providenciado.

Também não se pode descuidar daquelas pessoas portadoras de algum tipo de deficiência, seja física ou psicológica e, principalmente para aquelas pessoas já alcançadas pela passagem do tempo, no caso os idosos, os quais estão protegidos também por seu Estatuto (Lei n. 10.741, de 01.10.2003) com destaque para a facilitação de seu acesso aos locais da competição, assim como o direito à meia entrada, direito este assegurado também aos estudantes e alguns outros grupos de pessoas.

Algumas dificuldades ainda se apresentam para a realização das três rodadas de jogos em Manaus, inclusive com a ameaça de retirada dos mesmo de nossa Cidade, porém, felizmente isso foi contornado e teremos a grata felicidade deste feito na capital amazônica, não custando nada lembrar a proximidade da abertura da abertura dos Jogos Olímpicos 2016 no Brasil, exigindo de todos um esforço redobrado para que tudo transcorra bem. Mas, com certeza (desculpando o lugar comum), parafraseando Fernando Sabino: “Ao final tudo dará certo”.

Desejo a todos ampla participação  nos referidos eventos, pois só terá sentido com o envolvimento da massa torcedora, desfrutando dos momentos de entretenimento que eles proporcionarão com ampla acessibilidade, segurança, comodidade  e preços módicos.

Até o próximo.

Otávio Gomes.