Publicidade
Cotidiano
Notícias

A seis meses da eleição, Tribunal Superior Eleitoral será presidido por Dias Toffoli

Toffoli substituirá o ministro Marco Aurélio à frente do órgão federal no próximo mês de maio e será responsável pelas eleições de outubro de 2014 08/04/2014 às 21:09
Show 1
Ministro Dias Toffoli profere seu voto no julgamento da Ação Penal (AP) 470
Agência Brasil Brasília (DF)

O ministro Dias Toffoli foi eleito nesta terça-feira (8) presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele vai substituir o ministro Marco Aurélio, que deixará a presidência no mês que vem, quando completará quatro anos no tribunal, prazo de permanência no TSE. Toffoli vai comandar as eleições presidenciais de outubro. O vice-presidente será o ministro Gilmar Mendes. A posse será no dia 13 de maio. 

A votação foi simbólica, pelo fato da presidência ser ocupada por ordem de antiguidade entre os três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que também compõem o TSE.  Além de Toffoli, Mendes e Marco Aurélio também pertencem ao Supremo. Também fazem parte do TSE dois ministros oriundos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois membros da advocacia.

Toffoli foi empossado como ministro efetivo do TSE em maio de 2012.  Ele nasceu em Marília (SP), no dia 15 de novembro de 1967. Formou-se em direito, em 1990, na Universidade de São Paulo (USP), e especializou-se em direito eleitoral.

Em 1995, ele começou a atuar como assessor parlamentar do Partido dos Trabalhadores (PT). Também foi advogado do PT nas campanhas eleitorais do ex-presidente Lula em 1998, 2002 e 2006. Toffoli também ocupou o cargo de advogado-geral da União.