Publicidade
Cotidiano
Notícias

A vantagem da liraglutida para diabéticos

A liraglutida é um medicamento injetável e de uso diário e pode ter mais qualidade 15/01/2012 às 10:53
Show 1
O medicamento age diretamente no pâncreas
Luciana Santos Manaus

Apesar da polêmica causada pelo uso inadequado como emagrecedor, a substância liraglutida tem contribuído para a melhoria da qualidade de vida de muitos diabéticos. Ao contrário de outros medicamentos existentes no mercado, que atuam na diminuição da taxa de glicose no organismo, a liraglutida (mais conhecida pelo nome comercial Victoza) age diretamente no pâncreas, regulando a liberação dos hormônios insulina e glucagon.

A endocrinologista Caroline Coimbra explica que essa propriedade impede o aumento da taxa de glicose após as refeições, a chamada hiperglicemia pós-prandial. Ela diz que o aumento para o diabético pode causar problemas micro e macro vasculares. “Entre os macro estão o enfarto e o Acidente Vascular Cerebral (AVC)”, afirma.

Outra vantagem da liraglutida, de acordo com a endocrinologista, é que a substância permite a associação com outros medicamentos. “Isso facilita a adequação da dosagem pelo médico”, explica, acrescentando que os efeitos colaterais do medicamento  são dor de cabeça e enjôos.

Emagrecimento

Caroline Coimbra destaca ainda como benefício, um melhor controle metabólico dos pacientes que utilizam a liraglutida, pois a substância atua sobre o hormônio GLP1, que bloqueia a sensação de fome, permitindo que a pessoa perca peso. Mas ela alerta que o medicamento pode ser perigoso para pessoas que não sofrem de diabetes. “Não há estudos sobre os efeitos em não diabéticos. Não se sabe que tipo de alteração poderá ocorrer no pâncreas dessas pessoas”, conclui.

Disposição

Paulo*, 77,  iniciou o tratamento com a liraglutida há dois meses e afirma estar com mais disposição para as atividades diárias. “Antes sentia muito sono, agora tenho disposição para trabalhar normalmente”, conta.