Publicidade
Cotidiano
Notícias

Adolescente tem útero exposto em uma garrafa pet após aborto

Adolescente grávida de sete meses perde bebê após dois dias de espera por um atendimento na Maternidade Nazira Daou. Além de perder o filho, ela ainda teve o útero retirado e colocado em uma garrafa PET pelos médicos 28/09/2012 às 22:06
Show 1
Adolescente que perdeu o bebê teve o útero retirado pelos médicos
TV A CRÍTICA Manaus (AM)

Após esperar dois dias para ter um bebê, uma adolescente de 17 anos perde o filho, tem o útero retirado e exposto em uma garrada PET de dois litros.

O procedimento médico foi realizado na noite desta quinta-feira (27) na Maternidade Nazira Daou, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

A denúncia foi feita pela cunhada da grávida. Ela contou que a adolescente começou a sentir dores na barriga e ter sangramento desde a última terça-feira (26). Nesse mesmo dia, a jovem foi levada pela família até a Maternidade Nazira Daou, mas foi liberada. Somente na quinta-feira, ela conseguiu ser atendida. No entanto, na hora do parto, o bebê nasceu morto. Depois da cirurgia cesariana, os médicos ainda retiraram o útero da adolescente e entregaram para a família realizar uma biopsia, segundo contou uma das enfermeiras, que não quis ser identificada.

A enfermeira contou que a jovem não apresentava sinais de que iria entrar em serviço de parto. Ela contou ainda que a jovem chegou ao hospital sentindo fortes dores na barriga e sangrava bastante.

A direção da Maternidade informou que vai abrir um inquérito para investigar o procedimento médico e tomar as medidas cabíveis.

Veja a reportagem da TV A CRÍTICA