Publicidade
Cotidiano
Notícias

Advogado diz que é vítima de perseguição no interior do AM

Advogado chegou a ter que sair de casa e diz que situação começou há 12 anos, quando ele denunciou ação de traficante 15/11/2012 às 10:24
Show 1
Segundo o advogado, supostos desafetos teriam publicado na Internet a montagem de uma foto dele com uma menina menor de idade, moradora de Barreirinha
Nelson Brilhante Manaus

Vítima de perseguição. Assim o advogado Paulo César dos Reis Sales, 58, define a própria situação. Segundo ele, supostos desafetos teriam publicado na Internet a montagem de uma foto dele com uma menina menor de idade, moradora de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manaus).

O material caracteriza pedofilia, fato negado veementemente por ele. Desde então, ele passou a ser perseguido por supostos parentes da menor, tanto em Barreirinha, onde passou dez dias acompanhado da esposa, que foi rever parentes, quanto em Manaus.

Segundo o advogado, constantemente ele e a esposa são seguidos por pessoas desconhecidas, que também são vistas nas proximidades do local onde moram. Por conta da pressão que vem sofrendo, o casal abandonou a residência e está há quatro dias alojado no escritório de um amigo.

Ele acredita que, durante a viagem que fez a Barreirinha, foi seguido desde Manaus. “Desde a hora em que entrei na lancha, algumas pessoas passaram a me olhar o tempo todo com aspecto ameaçador. Eram as mesmas que me seguiram em Barreirinha”, revela.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).