Publicidade
Cotidiano
Cotidiano, Acidente aéreo, Pauini, Anac, Seripa VII

Aeroporto no interior do AM já registrou acidente com vítima fatal

Pista de pouso e decolagem de Pauini estava interditada pela Anac desde o ano passado e mesmo assim operava normalmente com procedimentos de voo 24/08/2012 às 14:32
Show 1
Após o acidente local não foi isolado, para evitar o acesso de populares
acritica.com Manaus

O acidente ocorrido nesta quarta-feira (22) na pista de pouso e decolagem do município de Pauini – localizado a 935 quilômetros de Manaus - não foi o primeiro, segundo relato de moradores da cidade. No episódio mais recente, Idevânio Vieira de Souza morreu após ser atingido pela aeronave PT-RPU quando trafegava pelo local de motocicleta.

Outro acidente em Pauini foi registrado em 1999, ocasião em que o atual prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, era governador do Amazonas. Conforme os relatos dos moradores, um avião no qual Mendes viajava com sua comitiva atropelou um cachorro que atravessava a pista no momento de aterrissagem.

“Foi nessa época que o governo mandou cercar toda a extensão da pista com arame, para evitar outros acidentes”, disse o advogado Alex Mamed, morador de Pauini.

Entretanto, segundo ele, apesar das cercas ao longo dos aproximadamente mil metros de pista, as mesmas não são garantia de segurança, uma vez que várias casas foram erguidas no entorno.

Em janeiro de 2011, um avião bimotor pousou debaixo de chuva. Durante o procedimento, o pneu estourou, fazendo com que a aeronave derrapasse na pista molhada.

Interdição
Apesar de estar interditada para pouso e decolagem de aeronaves desde o dia 28 de março do ano passado, a pista do aeroporto de Pauini, conforme os moradores, estava sendo utilizada normalmente.

A interdição foi determinada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A falta de infraestrutura e os riscos operacionais no local contribuíram para que a medida fosse adotada, conforme a assessoria do órgão.   

A Anac também informou que irá aguardar as informações fornecidas pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), cuja equipe foi deslocada até Pauini nesta quinta-feira (22).   

Além da pista de Pauini outros 37 aeródromos foram identificados neste ano pela ANAC, durante uma inspeção realizada pelo órgão no Amazonas. 

Seripa VII
A chegada da equipe do Seripa VII, em Pauini, estava prevista para a tarde desta quinta-feira, mas a mesma só deverá ocorrer nesta sexta-feira (24), de acordo com o comandante do órgão, major Arthur Rangel.

Como a pista de pouso e aterrissagem do município se encontra interditada, a equipe, que seguiu de Manaus para o local do acidente, teve que fazer uma escala em Rio Branco (AC), de onde partirá, por via fluvial, e também deverá utilizar um helicóptero.