Publicidade
Cotidiano
últimas cartadas

AGU vai ao STF pedir anulação do processo de impeachment contra Dilma

Detalhes do recurso serão apresentados nesta tarde pelo ministro José Eduardo Cardozo, que vai questionar o 'desvio de poder' de Eduardo Cunha, que conduziu o processo como presidente da Câmara dos Deputados 10/05/2016 às 13:56 - Atualizado em 10/05/2016 às 20:59
Show abr110413mcsp 4
(Foto: Marcelo Camargo/ABr)
acritica.com* Brasília (DF)

A Advocacia-Geral da União encaminha nesta terça-feira (10) mandado de segurança em que pede a anulação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff que tramita no Congresso, informou a assessoria de imprensa da AGU.

Os detalhes do recurso serão apresentados nesta tarde pelo ministro José Eduardo Cardozo, da AGU.

Segundo reportagem do site da Folha de S.Paulo, o documento elaborado pela AGU vai questionar o "desvio de poder" de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que conduziu o processo como presidente da Câmara dos Deputados, e argumentar que o ato foi "viciado" desde a aceitação do pedido de impeachment pelo peemedebista.

Conforme a publicação, alguns dos pontos utilizados pela defesa de Dilma são baseados na decisão da semana passada do ministro do STF Teori Zavascki em afastar Cunha do mandato e, consequentemente, da presidência da Câmara.

Para Teori, Eduardo Cunha não tem condições de comandar a Casa diante dos indícios de que pode atrapalhar as investigações contra ele por suposto envolvimento na Lava Jato e também que sua manutenção no cargo fere a imagem da Câmara.

*Com informações da Reuters