Publicidade
Cotidiano
Notícias

Aldo troca videogame pela academia e treina de madrugada por "fuso" do UFC Rio

O card principal está programado para a 1h da madrugada, o que mudou a rotina de estrelas como José Aldo, campeão dos penas, e o veterano Vitor Belfort 12/01/2012 às 11:40
Show 1
José Aldo treinou no sol da Barra na quarta, mas tem trocado o dia pela noite para sábado
Uol/ Esporte ---

Apesar de lutarem em casa, os brasileiros que entrarão no octógono do UFC Rio, neste sábado, estão tendo de se adaptar ao “fuso horário” dos combates. O card principal está programado para a 1h da madrugada, o que mudou a rotina de estrelas como José Aldo, campeão dos penas, e o veterano Vitor Belfort. Eles estão tendo de ir para a academia mais tarde que o usual, para fazer o corpo se acostumar com a situação.

Devido ao pay-per-view para a TV norte-americana, o Brasil acabou ficando com a programação invadindo a madrugada. Em agosto, na primeira edição, o card preliminar teve inicio às 19h, agora, está marcado para as 22h. Tanto Vitor quanto Aldo estão esticando a reta final da preparação até as 3h da madrugada para evitar surpresas.

No caso de Aldo, ele acabou trocando as sessões de videogame pela academia e, segundo ele, a adaptação não tem causado problemas. “Os treinos de madrugada têm sido bons. Eu já estou acostumado a dormir lá pela uma da manhã, só estiquei mais umas duas horinhas. Sempre jogo videogame até tarde, agora estou treinando”, sorriu o campeão dos penas, que encara Chad Mendes, norte-americano invicto no MMA.

Segundo o técnico do manauara, Dedé Pederneiras, a questão da adaptação a esse inesperado fuso horário aconteceu de última hora. Ele soube do horário atípico da luta do pupilo cerca de dez dias antes do UFC Rio e desde sábado realiza sessões das 1h às 3h da madrugada, simulando o horário do confronto. O horário do atleta acordar também ficou mais tarde, entre meio-dia e uma hora – o que varia de acordo com a agenda.

“Nós tivemos de adaptar o horário do treino para o da luta, para não termos nenhum tipo de erro. Esse tipo de coisa sempre complica, de certa forma, mas o José já está adaptado”, afirmou Dedé.

Pedro Rizzo, que também participou da preparação do campeão, lembra que o dia da luta sempre é atípico para o lutador. A função da preparação, ainda mais em um caso extremo como esse, é suavizar isso.

“O corpo reage melhor se trabalhar no horário em que está acostumado. Neste trabalho, o Aldo passou confiança em fazer esta alteração, o que é muito importante também psicologicamente”, afirmou o veterano.

O caso de Vitor Belfort, que encara o norte-americano Anthony Johnson, é o mesmo. Como o compatriota Aldo, o carioca afirmou que o esforço vale a pena. “Realmente desta vez tivemos de ir para a academia de madrugada, mas é o necessário para eu me preparar da melhor maneira possível e minimizar este problema”, explicou.

A questão do fuso deve afetar menos os norte-americanos, uma vez que o horário é justamente motivado pelos horários dos lutadores e do público gringo. A Rede Globo anuncia a transmissão apenas para as 2h da madrugada de sábado para domingo, e deve passar apenas três das cinco lutas do card principal.

Confira a programação completa do UFC 142, no Rio:
Card principal:
José Aldo (BRA) x Chad Mendes (EUA)
Vitor Belfort (BRA) x Anthony Johnson (EUA)
Rousimar “Toquinho” Palhares (BRA) x Mike Massenzio (EUA)
Erick Silva (BRA) x Carlo Prater (BRA)
Edson Barboza (BRA) x Terry Etim (ING)


Card preliminar:
Thiago Tavares (BRA) x Sam Stout (CAN)
Gabriel Napão (BRA) x Ednaldo Lula (BRA)
Yuri Marajó x Michihiro Omigawa (JAP)
Ricardo Funch (BRA) x Mike Pyle (EUA)
Felipe Sertanejo (BRA) x Antonio Carvalho (CAN)