Publicidade
Cotidiano
Notícias

Amazonas: 160 carteiros suspendem atividades em Manaus

Presidente do sindicato, Afonso Rufino, diz que além da defasagem salarial , o estado  precisa de mais 200 trabalhadores 19/09/2012 às 19:02
Show 1
Funcionários dos Correios da agência do Coroado
acritica.com ---

A adesão à greve nacional, dos carteiros do Amazonas, contou com a mobilização de 160 trabalhadores da área operacional, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios, Afonso Rufino.

O grupo retoma o movimento na manhã desta quinta-feira (20) para convencer os demais colegas a aderir à paralisação.

Segundo Rufino, o setor de maior mobilização nas greves dos Correios é o operacional enquanto colegas da área administrativa continuam trabalhando.

Os servidores dos Correios estão em campanha salarial e reivindicam  87 itens ao Governo Federal. Os principais itens são:  10% de reposição salarial de 1º de agosto de 2011 a 31 de julho de 2012, vale-alimentação, plano de saúde; vale- alimentação extra em dezembro e contratação de 200 trabalhadores para o Amazonas.