Publicidade
Cotidiano
Notícias

Amazonas registra queda no índice de morte materna

Dados do Ministério da Saúde apontam que a mortalidade no AM caiu 31% entre janeiro e setembro de 2011 26/05/2012 às 10:49
Show 1
Pesquisa do Ministério da Saúde indica que a mortalidade materna no Brasil caiu 21% entre janeiro e setembro de 2011
Antônio Paulo Brasilia (Sucursal)

A mortalidade materna no Amazonas caiu 31% entre janeiro e setembro de 2011 segundo levantamento divulgado ontem pelo Ministério da Saúde. Foram 38 mortes causadas por complicações na gravidez e no parto das amazonenses, contra 55 óbitos no mesmo período de 2010.

Sem citar os números dos demais Estados da Região Norte, o Ministério da Saúde assegura que o Amazonas é uma das unidades da federação “que tem bom desempenho” entre as demais.

A pesquisa do MS indica que a mortalidade materna no Brasil caiu 21%. Entre janeiro e setembro do ano passado, as mortes por complicações na gravidez e no parto totalizaram 1.038, contra 1.317 no mesmo período de 2010. “Essa marca histórica de 21% em 2011 não nos permite descansar. Queremos perseguir a Meta do Milênio, de chegar a 25% de redução até 2015”, destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Padilha associa a queda dos números ao primeiro ano do programa Rede Cegonha. Lançado em março do ano passado, o programa já destinou investimentos federais R$ 2,5 bilhões para qualificar a assistência à mulher e ao bebê. A iniciativa, disse o ministro, já atende a 36% das gestantes do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2011, 1,7 milhão de mulheres fizeram, no mínimo, sete consultas pré-natais.

Para o MS, a redução dos casos de mortalidade no Amazonas se deve ao bom atendimento às gestantes na rede SUS. O Estado também é elogiado pelo desempenho do sistema de notificação e investigação das mortes maternas.