Publicidade
Cotidiano
Notícias

Amazonense é aprovada em cinco universidades nos Estados Unidos

Estudante manauense passa em cinco universidades dos EUA e decide seguir o curso de moda da Parsons, em Nova York 01/07/2012 às 00:12
Show 1
“Tenha sonhos. Trace metas. Dedique-se de cabeça e coração”, eis o segredo de Beatriz, que vai estudar moda em NY
Milton de Oliveira ---

A estudante manauense Ana Beatriz Pinheiro, 18, conseguiu um feito dificílimo ao ser aceita (aprovada) em “vestibulares” de cinco universidades dos Estados Unidos. Ela tinha vaga assegurada nas Universidades de Sem Diego, Miami, Syracuse, na Drexel University, nessa com bolsa garantida pela reitoria, e finalmente na Parsons, The New School of Fashion Design.

A opção da jovem foi justamente por estudar Administração em Moda, na universidade de Parsons, no Estado norte-americano de Nova York. Ana Beatriz acredita que, com o exemplo dela, pode incentivar jovens a superar dificuldades e aumentar o interesse por outros conhecimentos longe do País. Ela revelou que se mudará para Nova York no mês de agosto.

Para alcançar a realização do sonho, Bia, como é chamada pelos pais, contou com a ajuda da família e um currículo que vai além da nota. “Minha filha não é uma estudante que tirava dez em todas as matérias, mas sempre manteve o foco na área de desenho de moda, na criatividade e soube usar a Internet como ferramenta de formação”, contou a mãe da estudante Ana Paula Pinheiro, 46, acrescentando que a filha participou ativamente das feiras de ciências e de atividades voluntárias.

Beatriz começou os estudos em escolas de Manaus e orientada pelo professor Danilo Benarrós vai realizar um sonho. “Confesso que estou bastante ansiosa, mas é uma ansiedade maravilhosa. Vou mudar para outra cidade e estudar na faculdade que sempre sonhei desde os 14 anos quando assistia Project Runway (programa de design de moda)”, disse Beatriz em entrevista concedida pela rede social Facebook.

Desafios

O curso no estrangeiro terá duração de quatro anos, mas ela pretende fazer também um master business of administration (MBA) relacionado com a área que escolheu cursar. Para a manauense, ainda há muitos desafios. “Só tenho 18 anos. Então, quando olho pra frente, vejo muitos desafios e novas metas que terei o maior prazer de alcançar”, disse.

Beatriz reconhece que nunca foi aluna excelente nas matérias exatas, mas tinha uma paixão muito forte por Geografia e atualidades, além da fixação por estudar em uma universidade de moda. “Eu nunca fui daquelas meninas que passam duas, três horas de cara com o livro e achava injusto que o valor do nosso conhecimento fosse ditado por testes e provas, com uma nota de 0 a 10”, lembra. “Agora, quando tenho um objetivo, como foi passar para a Parsons, sou capaz de me desligar completamente do mundo”, completou.

A estudante diz que o segredo em alcançar metas está em acreditar no potencial de cada um. “Tenha sonhos. Trace metas. Dedique-se de cabeça e coração. Tudo é possível, você só tem que acreditar”, concluiu.

Nesse momento, Beatriz está na Europa, tendo aulas de comportamento e etiqueta. “Acreditamos que, quem vai cursar Moda, deve aprender francês e ter aulas que podem complementar a formação no exterior. Então, conseguimos enviá-la à Suíça, antes de começarem as aulas em Nova York”, contou o pai Rodrigo Pinheiro.

Em Nova York, Beatriz será mais uma brasileira a estudar fora, um fato que atualmente é estimulado em políticas públicas do Governo Federal, que até criou um programa de distribuição de bolsas de estudos para o exterior.