Publicidade
Cotidiano
Notícias

Após 16 anos, dona de casa procura irmão cearense no AM

Francisca conta que eram três irmãos, filhos de pais únicos e criados pelos avós, quando aos 14 anos, o seu irmão saiu de casa levado pelo pai, após a morte do avô materno 19/10/2012 às 10:37
Show 1
Há 16 anos Francisco não entra em contato com a família do Ceará. Na foto ele tinha 14 anos de idade
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

Moradora da cidade de Pentecoste, no estado do Ceará, a dona de casa Francisca Antônia Pinheiro Pluma, 32 – Nenzinha, como é conhecida no município –, vive momentos de angústia. Ela conta que o seu irmão Francisco Kelton Pinheiro Pluma, 30, saiu do Ceará aos 14 anos levado para Manaus pelo pai, José Viana Pluma, de 58 anos.

Francisca diz ainda que eram três irmãos, filhos de pais únicos e criados pelos avós, quando o irmão dela saiu de casa, após a morte do avô materno. “Quando meu avô morreu, meu pai, que largou a gente desde pequenos, apareceu e levou o menino pra Manaus e nunca mais soubemos sobre o paradeiro dele”, contou.

Esperança

A dona de casa relata que tem grande vontade e esperança de reencontrá-lo. “Eu choro pensando nele. Passa Natal, Ano Novo, sem a gente comemorar em família. É muita preocupação com ele”, declara. “Não sabemos se ele está vivo. Eu penso várias coisas né. Que fizeram algum mal pra ele. Se ele se envolveu com droga”, teme.

A irmã de Francisco diz acreditar que o irmão foi abandonado pelo próprio pai, que também não manda notícias. “Nosso pai levou ele, e abandonou ‘Toin’ (o irmão) em Manaus, acredito que passando fome e dormindo nas calçadas", diz ela.

A mulher conta que atualmente vive com a mãe, que havia saído de casa e retornou, depois da morte do pai (avô dos três irmãos), com o outro irmão e a avó de 83 anos.

“O que a gente mais quer, é encontrar o nosso menino. A gente já tentou várias vezes, colocando na internet, no rádio, indo a programa de televisão, mas ainda não conseguimos”, comenta Francisca Antônia, que disponibiliza o seu contato telefônico  (085 - 9207-6628) para possíveis informações sobre o irmão.