Publicidade
Cotidiano
Notícias

Após reclamações, Seduc teve dia mais ‘tranquilo’ no processo de lotação de novos professores

Na convocação dos docentes do Ensino Fundamental, quem decidiu ‘dormir’ na fila para lecionar em escola perto de casa saiu satisfeito; quem não o fez, também 25/01/2016 às 16:09
Show 1
Segundo levantamento da Seduc, até ontem, 2.164 candidatos foram convocados para posse, dos quais 1.434 foram atendidos e 569 não compareceram
Hellen Miranda Manaus (AM)

Diferentemente dos últimos dias, muitos professores saíram aliviados da sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), na última quarta-feira (20), por terem conseguido vagas perto de suas residências. “Dormi no local, foi cansativo, mas saí satisfeita com a minha lotação, porque foi no local que eu queria”, disse a professora convocada Ivone Santos, 42, que mora no bairro Cidade Nova, Zona Norte. A candidata chegou na última terça-feira, por volta das 10h, para passar a noite no local e garantir a vaga.

Os servidores selecionados foram aprovados no concurso público de 2014. Ontem, os convocados a comparecer são os professores selecionados para atuar como docentes no Ciclo do Ensino Fundamental. Dentre eles, Graciney Alves, 39, que também dormiu na sede da pasta.

“Moro no São Francisco e consegui ser lotada em uma escola militar nas proximidades. Para mim, valeu a pena dormir na fila porque o atendimento foi rápido e satisfatório”, comenta. A professora, que atuava há sete anos em escola particular, chegou à sede da Seduc às 16h de terça-feira, e conseguiu finalizar o processo de lotação e posse por volta das 10h de quarta-feira (20).

Em contrapartida, há candidatos que preferem ir apenas no dia da convocação, como o caso do professor Nicodemos Queiroz, morador do bairro Petrópolis, Zona Sul, que chegou às 8h no local. “Acredito que não há motivos para passar a noite, tem vagas para todos e certamente a maioria ficará nas redondezas de casa”, argumenta.

A espera continua

Mesmo com a orientação da Seduc, de não haver necessidade do servidor aguardar na fila de um dia para outro, muitos convocados ainda  acampam na sede. “Como percebi que todos os professores estavam fazendo dessa forma, preferi não arriscar, por conta da disponibilidade das vagas. Sou a primeira na lista de atendimento para hoje e espero conseguir lotação no Nova Cidade”, conta a convocada Kamila Leal, 26, que está desde o dia 19 na fila. 

Segundo a Seduc, para otimizar o processo de atendimento dos selecionados para atuação em escolas de Manaus, eles foram convocados em nove dias diferentes, sendo atendidos por grupos de disciplinas. “Em média 275 pessoas são atendidas diariamente, havendo dias com picos de atendimentos em determinadas disciplinas, mas conseguimos atender a todos dentro do cronograma”, ressalta a Secretaria. O processo de convocação termina hoje.

A Seduc informa que, de 11 a 20 de janeiro, um total de 2.164 pessoas foram convocadas para receber atendimento de posse, dos quais 1.434 foram atendidos e 569 não compareceram no dia especificado. Para atuação em Manaus, a Seduc está convocando 2.486 professores aprovados em seu último concurso público.

Atendimentos

Os atendimentos estão ocorrendo a partir das 8h no Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan). No ato do atendimento é informado ao professor a relação de escolas com vagas disponíveis e este faz opção pela lotação naquela que for de sua maior conveniência.

Ontem (20), compareceram no local indicado os professores aprovados para atuar como docentes no Ciclo do Ensino Fundamental, entre a 80ª a 401ª posição; já os aprovados da 402ª a 723ª posição devem comparecer hoje (21).