Publicidade
Cotidiano
Notícias

Após suspensão de visitas íntimas, presos fazem rebelião em delegacia do AM

De acordo com informações do delegado de polícia, Valdinei Silva, os detentos iniciaram o ato por volta das 8h de hoje. “Eles quebraram os cadeados e arrobaram os portões”, disse 11/06/2012 às 11:51
Show 1
Outra rebelião ocorreu no dia 29 de abril, no município
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

Os 42 presos da delegacia de Presidente Figueiredo (distante a 107 km de Manaus) realizaram rebelião na manhã desta segunda-feira (11). De acordo com informações do delegado de polícia, Valdinei Silva, os detentos iniciaram o ato por volta das 8h de hoje. “Eles quebraram os cadeados e arrobaram os portões”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, os presos reivindicam melhores condições carcerárias, como a exemplo banho de sol e visitas íntimas, procedimentos suspensos na última quinta-feira (7), como forma de punição para um grupo de presos que atentou contra a vida de um detento. A vítima precisou ser retirada da prisão, para não ser morta. “Foram tomadas algumas medidas de segurança devido um ocorrido na quinta-feira. Os detentos ameaçaram de morte um dos presos”, revelou o delegado.

Conforme as informações, a polícia de Presidente Figueiredo aguarda reforço de Manaus para controlar a rebelião, que no momento foi contida. Os presos se concentram no corredor da delegacia.  Segundo o delegado, a lotação da delegacia é uma das principais dificuldades encontradas. “Os policiais estão aqui de plantão”, ressaltou.