Publicidade
Cotidiano
Notícias

Após ter liberação 'barrada', detenta ateia fogo em cadeia pública em Manaus

Detenta se revolta por não conseguir sair da cadeia e ateia fogo em uma carteira de madeira da sala de aula. O princípio de incêndio aconteceu na tarde desta quarta-feira (12) na ala feminina da cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa 12/12/2012 às 19:24
Show 1
Rebelião na ala feminina da cadeia fi controlada
Bruno Strahm/Maria Derzi Manaus (AM)

Uma detenta indentificada como Ana Claudia Chaves Lobo, 24, ficou revoltada por não conseguir sair da cadeira após conseguir um alvará de soltura e ateou fogo em uma carteira de madeira da sala de aula. O princípio de incêndio aconteceu na tarde desta quarta-feira (12) na ala feminina da cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, na Avenida Sete de Setembro, Centro de Manaus.

As outras mulheres da ala feminina a apoiaram e iniciaram uma revolta. Uma mulher grávida passou mal durante a confusão e teve de ser encaminhada ao hospital, ela não teve seu nome revelado.

Motivo

Segundo informações da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), Ana Claudia Lobo recebeu a notícia do alvará de soltura mas como já possuía outros quatro provessos sobre o mesmo crime, sua liberação da cadeia foi negada. Revoltada, ela começou a quebrar objetos na carceragem e ateou fogo na sala de aula mantida para a educação das detentas na ala feminina.

O Corpo de Bombeiros logo chegou ao local, e com o apoio dos policiais militares da Rocam conseguiram controlar o incêndio rapidamente.

Ana Cláudia Lobo irá responder por sua indisciplina sendo mandada á Penitenciária Feminina, onde ficará isolada de outras detentas e sem direito a receber visitas.