Publicidade
Cotidiano
FLAGRANTES

Apreensão de materiais ilícitos em presídios do Amazonas aumenta 26%, diz Seap

Segundo o órgão, 1.189 materiais foram achados com visitantes. A maioria são entorpecentes 04/10/2017 às 17:10 - Atualizado em 04/10/2017 às 17:12
Show material
Vistorias tiveram aumento de 309% em relação a 2016 (Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Entre janeiro e agosto deste ano, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) apreendeu 1.189 objetos ilícitos durante revistas de familiares e amigos de presos nas cadeias. O número representa um aumento de 26% em relação ao ano passado, quando foram registrados 947 materiais.

Balanço divulgado nesta quarta-feira (4) apontou que o número de revistas nos presídios teve um aumento de 309%, com 45 revistas realizadas de janeiro a setembro deste ano, em comparativo com 11 realizadas no mesmo período de 2016.

O secretário da Seap, Cleitman Coelho, afirma que uma das medidas prioritárias em sua gestão foi aumentar o número de revistas preventivas nas celas, que tinham o intuito de fiscalizar a movimentação nas unidades para inibir ações dos detentos.

“As revistas que foram realizadas este ano tinham outro objetivo, além do habitual, que é retirar todo e qualquer material ilícito das unidades. Nosso trabalho se destacou também para que pudéssemos nos antecipar em casos de escavação de túneis, grades serradas, produção de teresas, e outros meios que possibilitassem que os presos tivessem êxito em planos de fuga”.

De acordo com a Seap, entre os materiais mais apreendidos em 2017 estão entorpecentes em geral, com 614 porções e trouxinhas, 165 chips de celulares e 75 aparelhos de celular. Nesses casos, os visitantes flagrados foram encaminhados às delegacias para os procedimentos cabíveis, por se tratar de objetos que caracterizam infração penal.

Procedimento de tranca

O balanço da gestão do secretário Cleitman Coelho aponta que houve um aumento significativo nos procedimentos de acompanhamento de tranca nas unidades prisionais. As ações são realizadas pelas equipes da Coordenação do Sistema Penitenciário (Cosipe) e registrou um avanço de 1.054%, com 427 acompanhamentos de janeiro a setembro deste ano, em comparação com 37 realizados em 2016.

LEIA MAIS

Armas artesanais e celulares são apreendidos durante revista em presídio

Seap flagra 21 visitantes com objetos ilícitos em unidades prisionais