Publicidade
Cotidiano
Notícias

Assessoria de Lula informa que não há mais vestígios de câncer no ex-presidente

De acordo com a assessoria, Lula deverá limitar as atividades na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável - Rio+ 20. Os médicos determinaram que ex-presidente poupe a voz nos próximos dias em razão da sobrecarga de exames, feitos ontem, na laringe 14/06/2012 às 21:02
Show 1
Ex-presidente Lula lutou contra um tumor na laringe
Agência Brasil / Bruno Bocchini São Paulo

A assessoria de imprensa de Luiz Inácio Lula da Silva informou que o tratamento contra o câncer de laringe ao qual o ex-presidente foi submetido deu resultado e que exames indicaram que não há mais mais vestígios da doença.

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi internado na última quarta-feira, dia 13 de junho, para retirada do cateter subcutâneo implantado há sete meses, por meio do qual recebeu o medicamento quimioterápico que fez parte do bem-sucedido tratamento para curar o câncer de laringe diagnosticado em outubro do ano passado. Foi submetido a exames e a uma biópsia, que confirmaram não haver mais nenhum vestígio da doença”, informa a nota divulgada no início da tarde de hoje (14).

De acordo com a assessoria, Lula deverá limitar as atividades na Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável - Rio+ 20. Os médicos determinaram que ex-presidente poupe a voz nos próximos dias em razão da sobrecarga de exames, feitos ontem, na laringe.

“O ex-presidente reduzirá as atividades que demandem o uso contínuo da voz na Rio+20 e cancelou a sua participação, no sábado, na inauguração da Arena Socioambiental. Sua prioridade, agora, é seguir as recomendações médicas para se restabelecer definitivamente dos efeitos colaterais do duro tratamento a que foi submetido nos últimos meses”.