Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ator que se enforcou durante encenação da Paixão de Cristo não corre risco de morte

Segundo publicação da Folha.com, Thiago Klimeck permanece em estado grave, estável e em coma induzido. As sequelas causadas pelo acidente ainda não podem ser calculadas 08/04/2012 às 15:58
Show 1
Segundo informações da família, o ator se preparou por seis meses para realizar a cena
Acritica.com Manaus

O ator Thiago Klimeck, 27, que se enforcou acidentalmente quando encenava Judas na Paixão de Cristo na última sexta-feira (6) não corre risco de morte. Segundo a publicação do portal Folha.com, a irmã do ator afirmou neste domingo que o estado de Thiago é estável e que continua em coma induzido.

Thiago está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Santa Casa da Misericórdia, em Itapeva (SP) desde às 11h30 do último sábado (7).

Conforme o relatório do médico Maven Haidar, que tem atendido o ator, Thiago teve anóxia cerebral (quando falta oxigênio no cérebro) e está em coma induzido há 48h por ter apresentado várias convulsões. A previsão dos médicos é que Thiago permaneça em coma até segunda-feira (9), quando realizará novos exames médicos.

Segundo os médicos, a avaliação de possíveis sequelas causadas pelo enforcamento só será possível ser feita quando Thiago acordar. O estado de saúde do ator ainda é grave, mas estável;

A irmã de Thiago, Fabiana Klimeck Bueno, 31, falou à Folha.com sobre o estado de saúde do irmão: "Ele está em coma induzido, mas já está respirando melhor e diminuiu o número de convulsões. Hoje, eu ainda não o vi, pois só pode entrar uma pessoa por vez. Mas, o meu marido, disse que ele está respirando melhor e que está tendo menos convulsões".

Fabiana disse que o irmão ensaiou a interpretação por mais de seis meses e que havia ensaiado no dia, com a presença do Corpo de Bombeiros que fizeram vistoria no equipamento (colete e cadeirinha) usado por Thiago.

O ator foi levado ainda desacordado para o hospital Santa Casa de Misericódia de Iararé e, depois, ele foi transferido para o hospital Santa Casa de Misericórdia de Itapeva (a 290 km de SP). O caso será investigado pela Polícia Civil da cidade.