Publicidade
Cotidiano
Notícias

‘Bikes’ ganham as ruas de Manaus como solução para novos negócios

Empreendedores encontraram na bicicleta um meio para baratear os custos das entregas e, com isso, literalmente estão 'pedalando' contra a crise 24/01/2016 às 19:15
Show 1
Os funcionários de Carlos Kitzinger, da Empório do Pão, fazem entregas de forma diferenciada
Juliana Geraldo Manaus (AM)

Eles estão literalmente pedalando para longe da crise. Utilizando bicicletas para oferecer serviços diversos, empreendedores estão deixando de lado suas antigas profissões para investir em negócios inovadores. Os serviços são diversos e, bem aos poucos, vão ganhando as ruas da cidade.

Um desses serviços é o oferecido pela Amazon Bike Courier. Os bike boys’ - semelhante aos motoboys - Mateus Araújo e Raimundo Neto, deixaram para trás seus empregos em escritórios e passaram a servi-los. Eles entregam documentos, convites, e até remédios em empresas e domicílios.

Tudo sobre duas rodas e tendo como único combustível, a energia dos próprios corpos. “Nós dois nos conhecemos fazendo uma cicloviagem e eu já tinha a ideia de fazer a empresa. Juntamos a nossa capacidade de pedalar longas distâncias com a possibilidade de oferecer um serviço diferente na cidade, com a vantagem de que não ficamos parados no trânsito e não poluímos a cidade”, destaca Mateus.

Segundo ele, cada entrega custa um mínimo de R$ 10 e máximo de R$ 20, dependendo da distância a ser percorrida. Também é possível aos clientes fazer pacotes mensais. Mateus e Neto se posicionam em locais estratégicos para atender em tempo hábil todos os clientes, localizados em sua maioria no Vieiralves, Centro e zona Norte da cidade. “Ainda temos muito chão pela frente e pedalar em Manaus é sempre um desafio, mas é um negócio econômico e lucrativo”, defende Mateus.

Food bike

Em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, o negócio já é bem comum, mas em Manaus, a proprietária da Maria Bistrô, Nathália Andrade, é uma das primeiras a apostar no segmento de food bike. Além de aceitar encomendas, ela vende guloseimas doces e salgados em eventos. A “magrela” foi usada para solucionar um problema e dar charme ao negócio. “As vendas cresceram tanto que chegou um momento que pensei em alugar um ponto comercial, mas os alugueis estavam muito caros. Foi quando surgiu a ideia de expor os produtos na bike”, conta.

Nathália não pedala para vender os itens, mas dispõe os lanches devidamente embalados nas cestas de uma bicicleta personalizada e compõe o cenário com flores, luzes, tapetes e tudo o mais que o cliente precisa para se sentir confortável. “Percebi que além de prática, porque posso ir até o público, a bike me ajudou a chamar a atenção das pessoas”, avalia.

Uso da bike rende lucro e clientes

Apesar de estar em maior evidência desde o ano passado, a bicicleta como facilitadora de vendas já é utilizada há anos por empresários de Manaus. É o caso do proprietário da padaria Empório do Pão, Carlos Kitzinger, que desde 2006 tem duas equipes que pedalam nas adjacências do estabelecimento entregando pãezinhos e outros produtos alimentícios em domicílio. “Já chegamos a ter doze pessoas na equipe - seis de manhã e seis à tarde - e um aumento de 20% na renda do mês só com as entregas”, lembra.

Mesmo com a economia em baixa, Carlos mantém oito entregadores e atende até 200 pessoas por dia com o serviço. “A taxa custa R$ 1,50. É mais barato do que o cliente gastaria com gasolina para sair de casa e ir até a padaria. A comodidade é o segredo do negócio”, aposta.

Banho e tosa

Já o proprietário da Bichinho Elegante, Anderson Batista oferece, desde 2007, serviços de banho e tosa de animais em domicílio. A locomoção é exclusivamente feita de bicicleta. “Desde o início utilizo a bicicleta, primeiro porque faz bem para a saúde e depois porque logo no início não podia arcar com custos elevados como o de gasolina. Depois que vi que deu certo e os clientes aprovaram, continuei”, relata.

Sem o custo do deslocamento, Anderson consegue oferecer um preço abaixo do mercado. O banho sai a R$ 30 e com a tosa fica por R$ 40. A média do preço nos pet shops varia entre R$ 70 e R$ 80.

Motivos

Entre os principais motivos apontados para a adoção da bike nos negócios é a economia com combustível e o fato de ela ser um veículo não poluente contribuindo para levantar a bandeira da sustentabilidade. No sudeste do País, a modalidade já é consolidada. O investimento médio inicial é de R$ 5 mil.

Serviço

Amazon Bike Courier

Entrega de documentos diversos em empresas e residências.

Telefone: 9 9259-4121 /

9 9156-4273

Maria Bistrô

Venda de doces e lanches rápidos em eventos. Atende encomendas.

Telefone: 9 8157-3188

Bichinho Elegante

Oferece banho e tosa para pets a domicílio.

Telefone: 98134-1367

Empório do Pão

Entrega de pães e lanche em domicílio.

Telefone: 3646-2141