Publicidade
Cotidiano
Cotidiano, Educação, Ensino Superior, Bolsa Universidade

Bolsa Universidade oferecerá mais de 21 mil bolsas em Manaus

Inscrições iniciam na próxima semana e serão feitas apenas pela internet. Primeira lista de beneficiados sai no dia 10 de fevereiro 06/01/2012 às 22:37
Show 1
Durante a coletiva, Rony Siqueira informou que serão adotadas medidas para evitar fraudes na concessão do benefício
Síntia Maciel e Carolina Silva Manaus

Um total de 21.406 bolsas para o Programa Bolsa Universidade serão oferecidas este ano, pela Prefeitura de Manaus, aos interessados em cursar uma faculdade particular, mas que não dispõem de recursos para financiar os estudos de nível superior.

As inscrições iniciam na próxima terça-feira (10) e se estenderão até o dia 24 deste mês.

Os procedimentos e demais informações a respeito do programa Bolsa Universidade 2012 foram apresentados na manhã desta sexta-feira (6), pelo diretor-presidente da Fundação Municipal de inclusão Sócio-Educacional (FMDS), Rony Siqueira, durante uma entrevista coletiva.   

Ao todo deverão ser contemplados 55 cursos diversos, distribuídos nas áreas de Humanas, Exatas e Saúde, das 13 instituições de ensino superior que participarão do programa, conforme Siqueira

Ele também salientou que de 2009 – ano em que teve início o projeto – até 2011, mais de 20 mil bolsas foram concedidas. Deste total, 430 bolsistas já concluíram os seus cursos.

Procedimentos
As inscrições serão feitas apenas via internet, no portal da Prefeitura de Manaus. Os candidatos que não dispõem de acesso à internet poderão se inscrever em uma das 60 lan houses cadastradas pela prefeitura, para atender os interessados do Bolsa Universidade.

Para concorrer a uma das bolsas, a renda familiar do candidato, explica Rony, não pode ultrapassar R$ 2.488 – quatro salários mínimos. Se o candidato tiver uma renda individual de dois salários mínimos - o equivalente a R$ 1.244 -. ele tem direito a uma bolsa integral.

A entrega dos documentos deverá ser feita no dia 24 de janeiro, e a primeira lista contendo os nomes dos beneficiados deve sair no dia 10 de fevereiro.

O diretor da FMDS chama a atenção para o fato de que para evitar fraude, o candidato a uma bolsa terá o CPF rastreado pela Secretaria Municipal de Economia e Finanças (Semef), juntamente com os demais integrantes da casa em que mora.

Ainda de acordo com ele, servidores públicos estaduais e municipais podem participar da seleção, mas desde que estejam dentro das exigências do programa.