Publicidade
Cotidiano
Notícias

Cães policiais auxiliam nas buscas a garimpeiros perdidos há 70 dias na Floresta Amazônica

O tenente Paulo Sérgio Cordeiro é o comandante da missão. Ele levou  o cão Hanson (rastreador brasileiro) e as cadelas Celi (rastreador brasileiro) e Pandora (fox head) 20/01/2016 às 10:34
Show 1
Também participam da missão os soldados Geovane Matos, Janilson Guimarães, Marcos Fatim, Kleber Ribeiro e Tenilson Matos, todos com experiência na condução de cães policiais
acritica.com* Manaus (AM)

Para auxiliar nas buscas de um grupo de garimpeiros que estão desaparecidos há 70 dias na Floresta Amazônica, no norte da capital amazonense, a Polícia Militar do Amazonas enviou nesta segunda-feira (18) seis policiais militares da Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães) e três cães policiais para auxiliar na missão. Ao todo, 8 pessoas se perderam na mata.

O tenente Paulo Sérgio Cordeiro é o comandante da missão, ele possui mais de 15 anos de experiência no treinamento de cães, o policial levou para as buscas 3 raças de cães que são treinados para o resgate de pessoas desaparecidas. O cão Hanson (rastreador brasileiro) e as cadelas Celi (rastreador brasileiro) e Pandora (fox head).

Também participam da missão os soldados Geovane Matos, Janilson Guimarães, Marcos Fatim, Kleber Ribeiro e Tenilson Matos, todos com experiência na condução de cães policiais.

As buscas estão concentradas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, localizada na área que compreende os municípios de São Sebastião do Uatumã e Itapiranga, onde o grupo desapareceu. Novas informações dão conta de que uma nona pessoa também esteja perdida com o grupo. No local, a equipe da Polícia Militar se juntou com uma equipe de três bombeiros militares e mais a Polícia Civil.

O Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente do Corpo de Bombeiros já havia enviado, na manhã da última segunda-feira (18), reforços para auxiliar nas buscas de um grupo que se encontra perdido na selva amazônica há 70 dias, ao Norte da capital Manaus.

Segundo o tenente dos bombeiros Janderson Lopes, três membros da Corporação e um cão de resgate saíram de helicóptero de Presidente Figueredo, município localizado a 107 km de Manaus, às 6h desta segunda-feira, rumo à Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, localizada na área que compreende os municípios de São Sebastião do Uatumã e Itapiranga, onde o grupo desapareceu.

O tenente também informou que, além dos oito desaparecidos já confirmados, novas informações dão conta de que uma nona pessoa também esteja com o grupo.

Sobre o Cipcães

A Companhia Independente de Policiamento com Cães possui a missão específica de combater e reprimir a criminalidade, mediante a execução de um policiamento ostensivo especializado, de caráter preventivo e repressivo com apoio de cães policiais devidamente treinados e adestrados, abrangendo ações e operações de restauração da ordem, através de diversos processos e modalidades de policiamento com cães, incluindo ações de apoio em Controle de Distúrbios Civis, especialmente nas modalidades motorizado, a pé, helitransportado e nautransportados, ações de reintegração de posse em apoio às demais unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE).

Também atuam em ações de operações especiais como busca, localização e resgate de pessoas; policiamento em praças desportivas; operações em estabelecimentos prisionais rebelados com localização e captura de presos foragidos; busca e localização de entorpecentes e artefatos explosivos; localização de infratores homiziados; demonstração de cunho educacional e recreativo, abarcando provas e torneios civis com cães de raça; isolamento do perímetro interno em eventos críticos em apoio às demais unidades do CPE, bem como ação ou intervenção em locais onde haja perpetrador de evento crítico em apoio ao Comando de Operações Especiais, além de participação em formaturas e desfiles militares, constituindo-se em uma tropa especializada, reserva e de pronto emprego do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Amazonas.

*Com informações da assessoria de imprensa