Publicidade
Cotidiano
Notícias

Campeonato Brasileiro Indoor de Tiro com Arco começa sábado, em Manaus

A disputa que será realizada simultaneamente em todo país, terá cinco categorias: masculino e feminino, recurvo masculino, cadetes masculinos e máster, todos individuais e em equipe o evento terá início às 9h, na Fametro (Constantino Nery) 20/01/2012 às 09:44
Show 1
Arqueiros de Manaus acreditam que podem encarar os melhores do País em 2012
Nathália Silveira Manaus

O calendário amazonense de Tiro com Arco abre no dia 29 deste mês, próximo sábado, com um campeonato importante, que vale pontos para o ranking nacional: o Campeonato Brasileiro Indoor de Tiro com Arco, que é realizado simultaneamente em todo País. Com a disputa de cinco categorias, composto masculino e feminino, recurvo masculino, cadetes masculinos e master, todos individuais e em equipe, o evento terá início às 9h, na Fametro (Constantino Nery).

Segundo o presidente da Federação Amazonense de Tiro com Arco, Carlos José Galindo, a competição será dividida em duas séries de 15 minutos, com intervalo em que os três melhores resultados de cada etapa são enviados à Confederação Brasileira. Até julho serão seis etapas, quando serão divulgados os vencedores da temporada de 2012. 

Galindo ainda disse estar confiante para o evento, devido ano passado os arqueiros amazonenses terem conquistados posições relevantes na competição. As promessas do Estado ficam por conta de seis manauaras: Roberval dos Santos (que em 2010 conquistou o segundo lugar do Brasileiro na categoria no arco recurvo) Elizabete Galindo (sexto lugar em 2010 no recurvo), Rodrigo Murales (nono lugar no ano passado no composto), Artur Pereira (sexto lugar no cadetes), Aníbal Forte (conquistou a quinta colocação no master) e Carlos Galindo (10º lugar no arco composto).

“A atual potência do Tiro com Arco é São Paulo. Lá existe uma grande concentração de arqueiros e são eles as nossos principais adversários e os que mais nos preocupam. Os competidores de Belo Horizonte também conseguem dar trabalho, tanto é que o atual vencedor da composto indoor é o mineiro Luciano Alvarenga. Mas vamos  batê-lo”, disse José Carlos, que também vai entrar na disputa no sábado e tentar deixar a 10ª colocação do ano passado no evento, para conquistar um dos três primeiros lugares. “Estou muito confiante, principalmente pelo treino que venho desenvolvendo, mais de duas horas de treinos específicos todos os dias, com atenção para a pontaria e exercícios físicos, intercalados com alongamentos e fortalecimento da omoplata e musculatura”, explicou Carlos.

Roberval dos Santos, dono de oito títulos do brasileiro e cinco vezes vice campeão brasileiro, vai disputar o recurvo, e é outro arqueiro  que está investindo nos treinos para levar a primeira colocação. Mas, além de estar se garantido na parte física, Roberval também está afiado na parte psicológica.

“Infelizmente no Brasil as pessoas menosprezam a cautela de uma prova, que é a concentração. Ela é tão necessária quanto a preparação física  e é decisiva para que o arqueiro possa  fazer uma boa prova e termine as séries à frente. Eu exercito a mente e conto com o total silêncio da torcida para que na hora do campeonato, nada possa atrapalhar meu desempenho”, considerou dos Santos, que carrega, também, o título de 3º colocado na Copa Mundial de 2008 e o primeiro lugar do Sul Americano de 2006.

Para realizar uma boa prova, o veterano Roberval tem suas táticas para garantir uma boa colocação nas competições, uma delas é sua postura na hora em que está realizando as provas.

“É necessário ter muita resistência para os campeonatos. Além disso, para conservar o mesmo desempenho nos 30 minutos de série é necessário sustentar o arco de maneira que nenhum movimento possa reverte-lo para algum lado. E um treino leve um dia antes da prova, faz toda diferença. Mas isso, a gente adquire com experiência”, revelou o arqueiro.

José Carlos - Presidente da Federação Amazonense de Tiro com Arco

1 José Carlos, qual a principal dificuldade de alguém que pratique tiro com arco em Manaus?
Aqui em Manaus os equipamentos são muito caros e isso dificulta a prática do esporte. Essa é umas das principais dificuldades do arqueiro, que tem que arcar com os custos dos materiais. Geralmente nós importamos dos Estados Unidos, assim o material para o iniciante (arco e flechas) chegam a custar de R$ 500 a R$ 10 mil,  dependendo da aquisição do atleta. Mas sabemos que quanto melhor o material, mais caro ele fica. Tem que ter poder aquisitivo para bancar.

2 O Amazonas tem chance de se destacar e até vencer no Campeonato Brasileiro deste sábado?
Estamos muito concentrados para este ano e temos todas as chances de pegar os três primeiros lugares tanto no individual, quanto em equipes. Ano passado já conseguimos boas posições e esse ano vai ser melhor ainda mais.

3 Porque o Campeonato Brasileiro não tem a categoria recurvo feminino?
Aqui em Manaus o Tiro com Arco conta com boas arqueiras, mas ainda conta com poucas  mulheres na modalidade. Ainda existe, infelizmente, um certo preconceito por parte da ala feminina em participar de um esporte como esse. No entanto, garantimos que não há perigo e convidamos as mulheres para fazer parte do nosso time.