Publicidade
Cotidiano
Notícias

Centenário: Boi Garantido promete mudar itens individuais

Presidente Telo Pinto não cita nomes, mas diz que todos serão avaliados e que necessidade de renovação é a pedido da torcida vermelha e branca 21/11/2012 às 09:02
Show 1
Raíssa Barros entregou o cargo de porta-estandarte, que defendia há quatro anos
Jonas Santos PARINTINS, AM

O Centenário do Garantido poderá ser marcado por uma renovação no quadro de itens oficiais. A diretoria não descarta a possibilidade de fazer mudanças no grupo para disputar o Festival Folclórico de Parintins de 2013. E seria uma modificação significativa, por atacado. A reforma artística no Garantido atingiria principalmente os itens femininos: cunhã-poranga, porta-estadarte, sinhazinha da Fazenda e rainha do Folclore. A medida não alivia os itens masculinos. Alguns deles também deverão ser substituídos. No último dia 16, Raíssa Barros, que defendia há quatro anos a função de porta-estandarte renunciou ao cargo e justificou a saída para tratar de assuntos pessoais e profissionais.    

Nesta terça-feira (20), ao divulgar a abertura de inscrição de candidatas para o lugar de Raíssa, a diretoria informou também que haveria, paralelamente, uma seleção para novos itens oficiais. Para a reportagem de A CRÍTICA, o presidente Telo Pinto confirmou que essa renovação é pra valer. “Pensamos sim em fazer essas mudanças, por isso, estamos abrindo esta seleção de jovens e moças. Mas essa renovação ocorrerá se os candidatos corresponderem com as exigências que o cargo de item requer. Só irei mudar se sentir segurança, que será uma mudança melhor para o boi”, afirmou Pinto.

Ele esclareceu que a mudança não diz respeito à derrota do boi no festival deste ano. O motivo está no fato de que a maioria dos itens femininos está há vários anos no posto e, neste momento, seria necessário apostar no novo. A cunhã-poranga, Tatiane Barros, por exemplo, está no bumbá desde 2001. Ela começou aos 16 anos no cargo de porta-estandarte. “Se formos computar ou comparar o quadro de vitórias dos nossos itens, e a experiência deles de arena, afirmo que é infinitamente maior que a do contrário. Nossa vantagem é incontestável. Mas existe uma cobrança da torcida para que essa renovação aconteça”, justificou Pinto.

A reforma artística também atingiria os homens. Aqueles que estão há mais tempo no posto são: Denildo Piçanã (o tripa), Tony Medeiros (amo do boi) e André Nascimento (pajé).  André completará no festival do ano que vem 13 anos de Garantido. Piçanã está desde 1995, o mesmo ano que o deputado estadual Tony Medeiros assumiu o posto de amo, no lugar do compositor Emerson Maia.