Publicidade
Cotidiano
Notícias

Centro Integrado de Comando e Controle gerenciará a segurança durante a Copa Mundial de 2014

Segundo informação confirmada com o presidente da Coesge/AM, os centros irão integrar a comunicação entre as Polícias Civil, Militar e Federal 24/08/2012 às 09:03
Show 1
Empresa contratada pelo governo brasileiro foi o responsável pelo planejamento das ações de segurança em Londres
Florêncio Mesquita ---

O Ministério da Justiça vai bancar  os  R$ 6,6 milhões necessários para a construção de três Centros Integrados de Controle e Comando de Segurança no Amazonas (CICC). Os centros irão integrar a comunicação entre as Polícias Civil, Militar e Federal para a Copa do Mundo de 2014. O intuito é unir todos os órgãos de segurança pública no mesmo sistema e estabelecer um padrão de comunicação para garantir a funcionalidade do setor  durante os jogos.

A informação foi confirmada ontem pelo presidente da Comissão de Segurança Pública e Defesa Civil para Grandes Eventos no Estado do Amazonas (Coesge/AM), delegado federal Pablo Oliva Souza, durante o primeiro de três dias de discussões sobre a segurança na Copa com a empresa KPMG, especializada em consultoria internacional de segurança. No mês passado, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP), apresentou o projeto do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) aos consultores da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge), do Governo Federal.

Para o delegado, a integração entre os órgãos de segurança pública é o desafio mais difícil para ser superado até a Copa do Mundo que será realizada entre os dias 12 de junho e 13 de julho.  “Nossa tarefa mais difícil é integrar todos os órgãos de segurança pública num único norte para que a segurança funcione do jeito que ela deve ser que é harmonizada”, disse.

Apesar do cronograma apertado, Pablo garante que o tempo que resta é suficiente para realizar todas as medidas de segurança planejadas para o evento. De acordo com ele, a KPMG fará a consultoria para a Copa e está capacitada para aprimorar o planejamento de segurança elaborado pelos órgãos de Manaus. “O nosso tempo é curto, mas acredito que seja suficiente sim”, disse.

Ele explica que a KPMG tem experiência em grandes eventos esportivos mundiais, como  os jogos Olímpicos de Londres e os jogos de inverno, além da última Copa do Mundo de Futebol. A empresa foi contratada pelo Governo Federal justamente para agregar conhecimentos aos órgãos locais que atuarão no evento.