Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ciência sem Fronteiras divulga resultados parciais de quatro editais

As áreas prioritárias são: ciências exatas (matemática e química), engenharias, tecnologias e ciências da saúde 21/01/2014 às 09:56
Show 1
O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio
Mariana Tokarnia, repórter da Agência Brasil Brasília

Brasília - Os resultados parciais de quatro chamadas do Ciência sem Fronteiras estão disponíveis no painel de controle do programa. Os resultados são dos editais de intercâmbio para a França, Suécia, Irlanda e Áustria. O estudante recomendado ainda terá que ser aceito por uma universidade do país em que se candidatou.

O Ciência sem Fronteiras visa a promover a mobilidade internacional de alunos e pesquisadores e incentivar a visita de jovens pesquisadores qualificados e professores experientes ao Brasil. As áreas prioritárias são: ciências exatas (matemática e química), engenharias, tecnologias e ciências da saúde.

O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior, com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Até agosto do ano passado, foram concedidas 43,6 mil bolsas em graduação e doutorado-sanduíche, o equivalente a 43,17% da meta.