Publicidade
Cotidiano
Notícias

Cinco empresas disputam a venda das motos Harley-Davidson no Amazonas

Eles atuam no mercado local de revenda de veículos e querem, agora, passar a vender a famosa moto 27/03/2012 às 14:43
Show 1
A nova fábrica da Harley-Davidson na ZFM foi inaugurada ontem. Daqui saem 18 dos 19 modelos vendidos no País
Rodrigo Araújo ---

 A Harley-Davidson do Brasil abrirá sua primeira concessionária em Manaus no início de 2013. De acordo com o diretor-superintendente comercial da marca, Longino Morawsk, a montadora está em negociação com cinco grupos empresariais que já trabalham no mercado local de revenda de veículos. Longino informou que a Harley-Davidson deve anunciar a nova concessionária em dois meses. A previsão é que as operações comerciais em Manaus devam iniciar até fevereiro de 2013. Ontem de manhã, a direção da empresa fez a inauguração oficial de sua nova fábrica em Manaus, localizada na estrada do Turismo, no bairro do Tarumã.

A montadora americana está no Polo Industrial de Manaus desde 1999, quando inaugurou a primeira linha de montagem fora dos Estados Unidos em todo o mundo. “A Harley-Davidson já reconheceu o potencial do Brasil muito tempo atrás, motivo pelo qual abrimos a linha de montagem original em Manaus há mais de uma década. Hoje, podemos oferecer melhores serviços aos nossos consumidores e uma experiência com a marca nunca vista antes no País. Faz parte de nossa estratégia, como uma empresa que está muito próxima ao cliente, renovar continuamente esta marca icônica e superar as expectativas dos consumidores em todo o mundo”, afirmou Keith Wandell, chairman, presidente e CEO da Harley-Davidson Inc., que esteve presente no evento.

Modelos

 Atualmente, a fábrica da Harley-Davidson em Manaus é responsável pela montagem de 18 dos 19 modelos da marca vendidos no Brasil. “Esta iniciativa faz parte de um processo que teve início em fevereiro de 2011, quando a Harley-Davidson reassumiu o controle de suas operações comerciais no País. Com essa unidade, estamos melhor preparados para atender os altos padrões de qualidade de produção que nossos consumidores esperam de uma marca premium como a Harley-Davidson”, afirmou Celso Ganeko, diretor-superintendente Industrial da Harley-Davidson do Brasil. Em uma área construída de 10 mil metros quadrados, a nova planta fabril é maior e mais moderna do que a anterior, que funcionava em galpões localizados no conjunto Petros, no bairro Coroado.

Agora, todo o processo encontra-se em um único pavilhão plano, oferecendo mais capacidade e velocidade na montagem das motocicletas. Celso Ganeko explicou que as novas instalações são flexíveis, permitindo que a linha de montagem produza múltiplos modelos diferentes e, por sua vez, responda rapidamente às demandas do mercado. “O processo de montagem completo de uma motocicleta Harley-Davidson varia de 14 minutos a 35 minutos, de acordo com o modelo”, enfatizou o executivo. A fábrica da Harley-Davidson em Manaus é responsável por abastecer apenas o mercado brasileiro. Atualmente, a unidade conta com 110 funcionários diretos e indiretos, que trabalham em turno único. Os rigorosos padrões de qualidade são os mesmos adotados em todas as fábricas da empresa. A operação conta com cinco processos básicos de auditoria e inspeção de qualidade. A unidade de Manaus possui certificado ISO 9001/2008.

Marca já detém 10% do mercado

Uma característica da Harley-Davidson é que a marca só produz motocicletas de alta cilindrada. O modelo mais simples vem com o motor de 883 cilindradas, na família Sportster. A motorização mais alta chega a 1.700 cc, na família de motos Touring. Em 2011, a Harley-Davidson atingiu um resultado expressivo de vendas. De abril a dezembro do ano passado foram emplacadas 4.322 unidades da marca (dados Denatran), número superior as 4.053 novas motocicletas Harley-Davidson licenciadas durante todo o ano de 2010.

Com isso, a marca respondeu por cerca de 10% do mercado de motos premium no Brasil no ano passado. “Mais do que ampliar as vendas, o objetivo da empresa é proporcionar a experiência de qualidade que melhor representa uma marca como a nossa”, afirmou o diretor-superintendente Comercial da Harley-Davidson do Brasil, Longino Morawsk. Além da fábrica de Manaus, a Harley-Davidson tem quatro fábricas nos EUA e uma na Índia, inaugurada em 2010. O presidente Keith Wandell adiantou que a montadora americana prepara surpresas para os próximos três anos.