Publicidade
Cotidiano
Notícias

Comprar ou quitar dívidas?

Especialistas orientam consumidor a organizar sua vida financeira no fim do ano e dão dicas sobre como economizar ao pagar débitos ou adquirir presentes 17/11/2012 às 16:36
Show 1
Mesmo com as chuvas intensas, projeção da CDL-Manaus é de crescimento de 9% nas vendas do fim do ano
Priscila Mesquita Manaus

O recebimento do 13° terceiro salário (ou da segunda parcela dele) representa uma tentação para grande parte dos consumidores, que se veem diante da possibilidade de gastar o recurso extra em festas de fim de ano, presentes, reformas residenciais e outras despesas. No entanto, especialistas em finanças orientam que, para os trabalhadores endividados, a prioridade é usar o abono para quitar dívidas.

Segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), aproximadamente 60% das famílias brasileiras possuíam alguma dívida em outubro. Um efeito imediato desse indicador alarmante pôde ser visto em uma pesquisa feita no mesmo mês pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), que apontou que 61% dos trabalhadores vão aproveitar o 13° para pagar algum débito neste ano.

O estudo realizado pela Anefac ouviu 684 consumidores de todas as classes sociais. Do total de participantes, 40% afirmaram ter dívidas no cartão de crédito e outros 35% admitiram que se “enrolaram” com o cheque especial.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).