Publicidade
Cotidiano
Notícias

Copa 2014: Estrutura de fundação da Arena da Amazônia é concluída

Construtora responsável pela obra utiliza gruas para erguer pré-moldados com capacidade para até 570 toneladas 01/03/2012 às 17:43
Show 1
Arena da Amazônia tem estrutura de fundação concluída
acritica.com Manaus (AM)

Com a finalização dos blocos de fundações, a construção da Arena da Amazônia conclui a estrutura que vai dar sustentação ao novo estádio (formada por 2,6 mil estacas, além de 874 blocos e cintas). Agora, as atividades se concentram na fabricação e montagem das peças de concreto pré-moldado, construção do muro do pódio e conclusão do túnel linner. Atualmente, a obra está 35% concluída e emprega mais de 1,1 mil trabalhadores.

Os últimos blocos de fundações foram concluídos em fevereiro e com o avanço da construção dentro do cronograma previsto, o Governo do Amazonas reafirma a entrega do novo estádio para junho de 2013, um ano antes dos jogos da Copa 2014. “Mesmo com as chuvas nós estamos mantendo o cronograma previsto desde o início das obras, em junho de 2010”, afirmou o coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa), Miguel Capobiango Neto.

A construtora Andrade Gutierrez, empresa responsável pela obra, fabrica  todas as peças pré-moldadas de concreto usadas na obra, como degraus, vigas inclinadas, vigas planas e lajes tipo “pi” (em formato da letra pi do alfabeto grego). A fabricação é feita em um canteiro na avenida Constantino Nery, em frente à Arena da Amazônia. Esta dinâmica de fabricação próxima às obras facilita o transporte e acelera a montagem das estruturas.

Equipamentos

Para auxiliar no lançamento dos pré-moldados, a construtora utiliza duas gruas e um guindaste com 60 metros de altura. A grua que suporta maior quantidade de carga pode içar até 570 toneladas, enquanto o guindaste tem capacidade para até 150 toneladas. Metade das arquibancadas inferiores já foram completamente montadas e agora estão sendo lançadas as inferiores do lado oeste.

A construção da Arena da Amazônia avança em várias frentes de trabalho. O túnel linner, que vai fazer a drenagem de toda água do campo, está 91% concluído. Este túnel começou a ser escavado em dezembro do ano passado e deve ser concluído ainda este mês.

O túnel tem 167 metros de comprimento e 1,80 metro de diâmetro. A escavação é toda feita manualmente e seu traçado passa sob o sambódromo, ligando o campo do estádio ao Igarapé dos Franceses, que corre paralelo à avenida Luizinho Sá, onde fica a Morada do Samba. A montagem dos anéis metálicos que formam o túnel é feita à medida que a escavação avança, cerca de dois metros por dia.

Outra frente de trabalho atua na construção do muro do pódio, que tem area de 72 mil metros quadrados, que já está sendo erguido no lado leste (avenida Constantino Nery).

Com informações da assessoria.