Publicidade
Cotidiano
Notícias

Corinthians diz ter 95% do elenco fechado e quer trabalhar com 32 atletas em 2012

Na lista dos atletas que deverão ser negociados estão o nome dos goleiros Renan e Rafael Santos, além de Marcelo Oliveira e Elias Oliveira, atletas que o Timão poderá até usar como moeda de troca em negociações futuras 05/01/2012 às 09:45
Show 1
Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians, falou que o grupo está 95% completo para 2012
Uol/ Esporte ---

O Corinthians se reapresentou na última quarta-feira sem o elenco completo ainda definido. Mas o gerente de futebol do clube, Edu Gaspar, celebrou o fato de ele estar 95% fechado. O dirigente falou em trabalhar com até 32 atletas em 2012.

“A ideia é trabalhar com um número semelhante ao que foi do ano passado, que é de 30 a 32 atletas”, admitiu Edu Gaspar. “O elenco ainda não está definido. Tem atletas ainda que podem vir a ser negociados. Mas 95% está praticamente fechado com a gente para participar da pré-temporada, que é o que nós queríamos”, celebrou o dirigente.

Na lista dos atletas que deverão ser negociados está o nome dos goleiros Renan e Rafael Santos, além de Marcelo Oliveira e Elias Oliveira, atletas que o Corinthians poderá até usar como moeda de troca em negociações futuras.

Edu Gaspar já confirmou que os volantes Moradei e Bruno Octavio irão mesmo deixar o Corinthians. O primeiro irá para o São Caetano, enquanto o segundo será transferido para o Paulista de Jundiaí. O meia Morais também deixou o clube para atuar no Bahia.

O Corinthians já divulgou uma lista com 32 nomes que iniciarão a temporada, relação que ainda não é a definitiva, pois o clube quer a contratação do meia cruzeirense Montillo, e não mede esforços para que isso aconteça.

Edu Gaspar admitiu ter interesse também no volante Guilherme, da Portuguesa, mas argumentou que é uma transação que requer alta quantia financeira.

“É uma negociação que precisamos ter cuidado, pois o clube está tentando trazer o Montillo por bastante dinheiro, então tem que ver a parte econômica. Não vou dizer que descartamos, mas vamos passo a passo”.

A intenção do Corinthians de ter um elenco ‘inchado’ é pela quantidade e dificuldade das competições que o clube irá disputar (Paulistão, Libertadores e Brasileirão). Os dirigentes mantém o discurso de não priorizar nada, mas internamente existe a obsessão de vencer o torneio continental pela primeira vez na sua história.