Publicidade
Cotidiano
Notícias

Corrida pelo carro novo deve aquecer as vendas com o IPI zero

Quem quiser trocar de carro deve se apressar porque o aquecimento nas vendas já começa a esvaziar os estoques de veículos na cidade 22/12/2012 às 11:34
Show 1
Ford Fusion 2013 é um dos lançamentos para o próximo ano
Augusto Costa Manaus, Am

A prorrogação pela quarta vez do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para automóveis novos está agradando aos gerentes das concessionárias de Manaus e provocando uma corrida dos consumidores às lojas neste fim de mês para entrar o ano de carro novo. Mas quem quiser trocar de carro deve se apressar porque o aquecimento nas vendas já começa a esvaziar os estoques de veículos na cidade.

Mesmo assim, o desconto -que significou uma economia estimada de R$ 3 mil em cada carro - não conseguiu superar as vendas registradas em 2011, como o esperado. Isso porque foram vendidos 27.447 mil veículos de janeiro a outubro deste ano contra 29.539 veículos no mesmo período ano passado, ou seja, houve queda de 4,26%, de acordo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave).

Segundo o diretor da concessionária Murano Veículos (revendedora Fiat), do bairro do Coroado, Marcus Vinicius, 45, a prorrogação do IPI pelo governo Federal para 2013 foi positiva. Ele disse que desde maio até dezembro a empresa está vendendo em média 400 carros por mês.

“Avalio de forma positiva a prorrogação do IPI para a venda de automóveis. A carga tributária no segmento de veículos no Brasil é muito alta. Qualquer medida que venha tornar a venda de carros mais acessível ao consumidor é bem-vinda. Em dezembro a primeira quinzena foi muito boa, mas acredito que com a prorrogação do IPI muitos clientes vão deixar para comprar o seu carro a partir do ano que vem. O perigo é não encontrar o carro para pronta entrega no início do ano porque está acabando o estoque”, alertou Marcus.

 (A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).