Publicidade
Cotidiano
Notícias

CPI da água envia relatório final ao MP na quarta-feira (12)

O relatório não recomenda mais a quebra de contrato imediata com a empresa Manaus Ambiental, atual prestadora de serviço de distribuição de água. Em vez disto, ela dá um prazo de 180 dias para que a empresa atinja as metas estabelecidas pela CPI 11/12/2012 às 13:39
Show 1
Relatório final ds CPI sofreu alterações
Bruno Strahm* Manaus (AM)

O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou a distribuição de água na cidade de Manaus, conhecida como a ‘CPI da Água’ – que demorou nove meses para ser concluído –, terminou na manhã desta terça-feira (11), com a aprovação do texto pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara Municipal de Manaus. Nesta quarta-feira (12), o relatório segue para a apreciação do Ministério Público.

Diferente do que estava previsto antes das eleições municipais, o relatório não recomenda mais a quebra de contrato imediata com a empresa Manaus Ambiental, atual prestadora de serviço de distribuição de água. Em vez disto, ela dá um prazo de 180 dias para que a empresa atinja as metas estabelecidas pela CPI.

Proama

A mudança no discurso deve-se às negociações do prefeito eleito Arthur Virgílio Neto (PSDB) com os vereadores. Em conversas com o Governador Omar Aziz (PSD) ficou estabelecido que as Zonas Leste e Norte da cidade, que mais sofrem com as interrupções de água, fariam parte do Programa Água Para Manaus (Proama).

A parceria firmada por meio de contrato de Concessão deve beneficiar cerca de 500 mil pessoas que vivem na região.

Com informações do jornalista Kleiton Renzo