Publicidade
Cotidiano
Notícias

‘De rolo’ com a dona Filó: com amor e empreendedorismo, elas ganham Manaus

Além da história das criadoras possuir uma dose de superação, talento e perspicácia, a ideia continua se reinventando ao longo de muitos anos 10/10/2015 às 18:36
Show 1
Marília Valois (à esquerda) e Mena Moraes (à direita) comandam duas cafeterias em Manaus, sendo uma no shopping Manauara, onde o bolo de rolo é o mais pedido pelo público
oswaldo neto Manaus (AM)

Se a história da cafeteria DaFiló fosse um livro, o nome dele poderia ser “Reinvente-se”, nome do espaço aqui no +DINHEIRO. Isso porque além da história das criadoras possuir uma dose de superação, talento e perspicácia, a ideia continua se reinventando ao longo de muitos anos, agradando os clientes do Nordeste e Norte do Brasil.

Aos 13 anos, em Recife (PE), Marília Valois aprendia com sua mãe a receita do bolo de rolo vendido hoje na cafeteria. Essa receita foi repassada às filhas Lorena – que vive hoje em Fortaleza – e Maria Filomena.

“O nome Filó não é meu, apesar de todos acharem isso. Minha primeira filha se chama Filomena Moraes, a ‘Mena’, e a segunda é Lorena, então elas juntaram os nomes... ‘Fi’ de Filomena e ‘Ló’ de Lorena”, explicou Marília.

No entanto, o desejo de trabalhar no ramo alimentício nasceu na caçula Lorena há cerca de quatro anos. Ela vive hoje em Fortaleza, mas deixou com a mãe e com a irmã o desejo de mostrar para o mundo a receita criada pela avó.

“Eu todo dia agradeço e penso o quanto seria bom se minha mãe estivesse viva pra ver essa homenagem que fizemos pra ela”, disse Marília.

Delícias

Em Manaus, o bolo de rolo DaFiló se instalou primeiramente na feira da Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus. Sem pretensão, a receita foi conquistando o público rapidamente, que na época era dividido entre os manauaras e nordestinos que passeavam pelo local.

“A coisa foi crescendo e viemos para o shopping. Antes tínhamos um quiosque aqui, mas ele acabou ficando limitado. Hoje temos a cafeteria, onde podemos vender tudo, desde o bolo de rolo até a tapioca, e mesmo assim o público nos reconhece da feirinha. É muito bacana”, disse Mena.

A iguaria trazida pelas pernambucanas tratou de ganhar novos sabores para fisgar os amazonenses. Além do tradicional bolo de rolo de goiabada, podem ser encontrados na cafeteria bolos de castanha, bem casado e até cupuaçu com chocolate. “As pessoas só elogiam. Foi uma aposta que deu certo, com certeza”, avaliou Marília.

Com a expansão do estabelecimento e sua evolução ao status de cafeteria, foram incluídos ao cardápio diversos tipos de salgados, entre eles tortas e cafés expressos. Eles são servidos na hora aos clientes que desejam “viajar” a Pernambuco por meio da culinária.

“O bolo de rolo é muito gostoso e diferente, mas essa mudança fez toda a diferença. Além da qualidade e do ótimo atendimento, é importante estar sempre se renovando para mostrar essa preocupação com o cliente”, completou Mena.