Publicidade
Cotidiano
Notícias

Deficiente é espancado em academia por causa de ciúmes na Zona Norte de Manaus

Mateus do Amaral saia da aula de natação quando foi agredido por outro cliente do estabelecimento. Paulo Dantas bateu no rapaz após sentir ciúmes de sua namorada que malhava no local 17/02/2012 às 14:16
Show 1
Mateus Vieira do Amaral afirma que apenas pediu licença de D'Jane
Mariana Lima e Tiago Monteiro Manaus

Um rapaz de 19 anos foi agredido na manhã desta sexta-feira (17) na Academia Gold Star, localizado na Zona Norte da cidade, após um mal entendido. Mateus Vieira do Amaral é portador de deficiência mental e estava saindo de sua aula de natação.

Mateus foi espancado por um dos frequentadores da academia, localizado na rua Conde Maranhão, Cidade Nova, Zona Norte, após um mal entendido envolvendo uma moça que malhava na academia.

Segundo informações da polícia, a jovem identificada como D’Jane de Paula Carvalho Apossina disse em depoimento que estava indo ao banheiro quando escutou Mateus a chamar de “gostosa” e se sentiu ofendida. A moça chegou a afirmar que exigiu respeito do rapaz, pois era casada e marido estava no estabelecimento. D’Jane chamou em seguida o esposo, identificado como Paulo da Silva Dantas, que espancou Mateus com diversos golpes fugindo em seguida.

O advogado da moça afirma que o casal não sabia que Mateus era deficiente e que, depois de terem percebido a confusão, teriam pedido desculpas e dado uma quantia de R$ 200 para o mesmo procurar um médico.

Em seu depoimento, Mateus afirmou que tinha apenas pedido licença da moça para passar quando foi agredido. Uma testemunha que não quis se identificar confirmou o relato do rapaz, que pratica natação na academia desde os cinco anos de idade.

Segundo o professor de natação de Mateus, Renato Souza, 60, o jovem é seu aluno desde os 12 anos de idade e nunca apresentou sinais de violência e desrespeito.

O advogado do casal afirmou que Paulo irá se apresentar ainda nesta sexta para a polícia. O caso foi registrado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).