Publicidade
Cotidiano
Notícias

Deputados tacham proposta de Belarmino Lins sobre reuniões do plenário de ‘demagógica’

Num ato contra as ‘gazetas’ frequentes dos parlamentares, ‘Belão’ propôs que as sessões da casa aconteçam de segunda a sexta, ficando os fins de semana reservados à campanha; as sessões acontecem normalmente de terça a quinta 16/08/2014 às 13:54
Show 1
O deputado Luiz Castro discursou, na sessão de quarta-feira da semana passada, para um plenário esvaziado, numa cena que tem sido recorrente durante a campanha
Janaína Andrade Manaus (AM)

Deputados estaduais ouvidos por A CRÍTICA, nesta sexta (15), classificaram como demagógica a proposta do vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Belarmino Lins (PMDB), de que as sessões plenárias da Casa sejam realizadas de segunda a sexta-feira, ficando o sábado e domingo reservados à campanha eleitoral. Hoje, a ALE-AM se reúne de terça a quinta-feira para votação. Belarmino é um dos deputados que mais viajam para o interior do Estado em busca de votos.

O debate sobre o número de sessões da ALE-AM foi motivado pelo esvaziamento do plenário. Antes do início oficial da campanha, a ausência de parlamentares já era notada. Com o retorno das férias de julho, a situação se agravou. Na quinta-feira da semana passada, as cadeiras estavam vazias. Belarmino Lins foi um dos que chegou ao plenário atrasado nesse dia. O fato foi noticiado por A CRÍTICA. Na terça-feira, o presidente da ALE-AM, Josué Neto (PSD), propôs mudar os dias das reuniões para segunda, terça e quarta-feira a fim de deixar, de quinta-feira a domingo, livres para a campanha eleitoral.

Perguntado sobre a proposta de Belão, o candidato a governador pelo PSB, deputado Marcelo Ramos, afirmou que trata-se de demagogia. “Eu não entendo o que motiva isso. Nós estamos há seis meses do encerramento do mandato e o Belarmino, com todo o respeito que eu tenho por ele, está na Assembleia pelo sexto mandato e agora que ele foi descobrir que tem que aumentar mais dois dias?”, disse.

Candidato à reeleição pelo PT, o deputado José Ricardo, classificou como “brincadeira” a proposta do deputado Belarmino. “Eu não teria nenhum problema de ir de segunda a sexta. Se colocarem a proposta eu voto a favor de estar todos os dias lá para as sessões, agora eu só acho que é brincadeira dele (Belarmino Lins), porque parece mesmo brincadeira. Eu sou a favor, mas eu não estou acreditando que ele, de verdade, quer essa alteração”, avaliou.

Para o deputado Luiz Castro (PPS), também candidato à reeleição, discutir o aumento de dias das sessões durante o período eleitoral é buscar, unicamente, plateia. “Evidentemente que essa proposta deveria ter sido debatida antes de começar a campanha, e eu não teria nada contra de ampliar os dias das sessões, agora, da forma que ele está fazendo é só para ter plateia”, qualificou Castro.


Deputado Belarmino Lins recebe a maior parte de sua votação no interior do Estado (Rubilar Santos: 20/mai/2014)

Adjuto Afonso, que concorre a mais um mandato, discorda das propostas de Belarmino e Josué Neto. “Com essa proposta do Belarmino que dia você iria para o interior? Sábado e domingo? A não ser que ele já se considere eleito e só queira visitar os municípios da Região Metropolitana de Manaus, ou então deve ter um jato à disposição dele para rodar sábado e domingo. Eu não tenho isso”, disse Adjuto.

‘A proposta é só para aparecer’

O líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Sidney Leite (Pros), disse que concorda com o aumento do número de sessões plenárias da Casa.

“Se a proposta for séria, eu concordo. Agora tem que ser séria, pois muitas vezes você não encontra os deputados para reunir as comissões. A atividade parlamentar não é só no plenário. E eu diria que tão importante quanto às sessões plenárias, seria reunir as comissões para deliberar e discutir os projetos, realizar audiências públicas. Era bom ver, por exemplo, quais são os deputados que participam das reuniões das comissões”, disse.

“Nenhum parlamentar que é candidato, e todos são, vai deixar de fazer campanha. Então tem que ver o seguinte: essa proposta é só para ele aparecer na imprensa ou é uma proposta séria? E eu falo isso com a consciência muito tranquila, e defendo que essas propostas sejam tratadas com tranquilidade e seriedade”, afirmou Sidney.

Campanha no sábado e domingo

Na quinta-feira, o deputado Belarmino Lins (PMDB) fez a defesa de uma proposta de sua autoria de que as sessões plenárias da Assembleia Legislativa sejam realizadas de segunda a sexta-feira.

Belarmino disse que sábado e domingo bastam para que cada deputado faça a sua campanha em busca de votos. Ele afirmou que o objetivo da sua proposta é dar mais transparência e dinamismo às ações do Legislativo. “Digo que devemos nos equiparar aos servidores comuns das repartições públicas do Estado e do Município e do Poder Judiciário, do Ministério Público, do TCE-AM, e por aí afora, não somos melhores que ninguém”, disse o deputado, que, no dia 1º deste mês, teve os bens bloqueados pela Justiça em processo movido pelo Ministério Público Estadual por ter bancado com verba da ALE-AM passagens aéreas para parentes entre 2005 e 2006.

Ontem, a reportagem tentou falar com o deputado pelos telefones 99xxxx68 e 91xxxx87, mas não foi atendida.