Publicidade
Cotidiano
Notícias

Desembargador Ari Moutinho toma posse da presidência do TJAM

O desembargador Ari Moutinho tomou posse, às 17h desta quarta-feira (04), no Teatro Amazonas  como presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para o biênio 2012/2014 05/07/2012 às 00:28
Show 1
O presidente Ari Moutinho foi empossado nesta quarta-feira (04)
Acritica. com ---

Disposto a comandar o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) com profunda transparência, o desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa foi empossado na tarde desta quarta-feira (04), no Teatro Amazonas. A ocasião foi marcada pela presença de políticos, incluindo candidatos à prefeitura de Manaus, e balanços do final de biênio.

Tomou posse, ainda, o desembargador Wilson Barroso, como vice-presidente do TJAM, e o desembargador Yedo Simões, como corregedor-geral da Justiça.

Antes de ser empossado, Moutinho reconheceu que há um grande trabalho pela frente. “Os números são desafios. Um dos primeiros a ser solucionado será a realização de concurso para preenchimento de mais de vagas 25 vagas das comarcas do interior do Estado. Além da automação do poder judiciário que foi considerado problema reiterado”, declarou.

O governador do Amazonas, Omar Aziz, considerou grandes os avanços do Tribunal durante o biênio comandado pelo desembargador João de Jesus Abdala Simões. “Houve avanços que devem permanecer. Ari assume o TJAM que o Estado fez esforço pra aumentar o repasse de verba, criando autonomia, para que não precisasse sempre do poder executivo. Ele sabe das responsabilidades que deverá cumprir. Principalmente de por juízes no interior. O tribunal está trabalhando um novo concurso, que espero que aconteça o mais rápido possível.”, disse.

Durante discurso emocionado, o presidente do TJAM relembrou os primeiros passos no ambiente do Direito, homenageou a família e disse que não faria promessas em vão. “Almejo ser a renovação. O Tribunal deseja o melhor, pretendo ser o melhor, em nome do bem social. Recebo com a pré-disposição e a força de um bom começo”, discursou.

Ari Jorge Moutinho da Costa é natural de Benjamin Constant (a 1.121 quilômetros de Manaus), interior do Amazonas. Começou a carreira na magistratura em 1976, após aprovação em concurso público. Foi juiz titular da Vara da Infância e da Juventude da capital. No interior, atuou nas Comarcas de Boca do Acre, Urucurituba  e Itacoatiara.

No Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), exerceu a função de juiz corregedor por duas gestões. Foi juiz eleitoral em zonas eleitorais da capital e interior, além de titular do Juizado da Infância e da 8ª Vara Cível. Tem o currículo marcado, ainda, pelo cargo de presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) entre 2008 e 2010.  

Prestação de contas

O ex-presidente do TJAM, o desembargador João Simões, disse em discurso que o Tribunal está em constante construção, em prol de um judiciário cada dia melhor e disse que considerou ter cumprido sua missão. “Em 2010, recebemos o TJAM com um débito de R$ 400 milhões, com um orçamento de R$ 230 milhões. Tomamos providências de cortes de despesas e aumento de receita, que antes dependa de outros poderes. Atualmente temos o crescimento de 60% no orçamento. Em 2011, ocupamos os primeiros lugares no cumprimento de metas do Conselho Nacional de Justiça. Além de melhorarmos a virtualização das Varas”.

O desembargador ainda ressaltou sobre o concurso de juiz que está em andamento, em etapas que antecedem a divulgação do edital. “O concurso deverá acontecer ser maculas como os anteriores”, afirmou.