Publicidade
Cotidiano
Notícias

Desembargadores do TJAM têm rendimentos de até R$ 57 mil

A folha de pagamento com os nomes dos servidores, cargos e valor dos vencimentos pode ser consultada no portal do tribunal (www.tjam.jus.br)  20/09/2012 às 11:49
Show 1
Tribunal de Justiça do Amazonas
jornal a crítica Manaus

Dezessete de um total de 19 desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) apresentaram, na folha de pagamento de agosto, ganhos acima do teto constitucional de R$ 26,7 mil. Os rendimentos dos membros da corte variaram de R$ 17,7 mil a R$ 57,7 mil.

Os dados da folha de pagamento com os nomes dos servidores, cargos e valor dos vencimentos podem ser consultados no portal www.tjam.jus.br, no link “Lei de acesso a informações públicas”, no tópico “Gestão orçamentária e financeira, remuneração e diárias pagas”.

A lista salarial nominal foi publicada um dia depois de A CRÍTICA noticiar que o TJ-AM, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) e o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) ainda não haviam publicado na Internet as informações do mês de agosto.

Dentre os desembargadores, o maior rendimento foi o de Welligton Araújo, no valor de R$ 57,7 mil. O presidente do TJ-AM, Ari Moutinho recebeu R$ 53,1 mil. O menor valor líquido, R$ 17,7 mil, foi pago à desembargadora Maria do Socorro Guedes.

Noventa juízes também ultrapassaram o limite salarial fixado pela Constituição. Todos receberam acima do rendimento dos membros do Supremo Tribunal Federal (STJ). Os ganhos acima do teto constitucional variaram de R$ 29 mil a R$ 51,4 mil.

A folha de pagamento do mês passado também mostra que todos os 39 desembargadores aposentados tem remuneração acima de R$ 26,7 mil, em valores que vão de R$ 31.3 mil a R$ 39,3 mil.