Publicidade
Cotidiano
Notícias

Dólar cai 0,46% ante real em véspera de feriado e sem indicadores relevantes

A moeda norte-americana recuou 0,46 por cento ante a moeda brasileira, a 3,0273 reais na venda, após subir 0,82 por cento na sessão anterior 20/04/2015 às 18:43
Show 1
Segundo dados da BM&FBovespa, o giro financeiro ficou em torno de 502 milhões de dólares
REUTERS ---

O dólar fechou em queda ante o real nesta segunda-feira, revertendo parte da alta da última sessão, com investidores evitando fazer grandes movimentos na véspera de um feriado local e em sessão sem divulgação de indicadores econômicos relevantes.

A moeda norte-americana recuou 0,46 por cento ante a moeda brasileira, a 3,0273 reais na venda, após subir 0,82 por cento na sessão anterior.

Segundo dados da BM&FBovespa, o giro financeiro ficou em torno de 502 milhões de dólares.

"É um dia atípico. Não tem grandes negócios acontecendo, então o mercado fica dependendo de operações pontuais", disse o gerente de câmbio da Treviso Corretora, Reginaldo Galhardo.

O dólar operou em leve alta durante a maior parte da manhã, acompanhando o cenário externo, mas firmou-se no campo negativo durante a tarde, contrariando a tendência internacional, que mostrava o dólar subindo cerca de 0,4 por cento em relação a uma cesta de moedas.

"O que temos hoje é a falta de notícia ruim. Estamos vindo de um certo otimismo nas últimas semanas, então o mercado está tranquilo", disse Galhardo.

Nas últimas três semanas, a moeda norte-americana acumulou queda superior a 6 por cento ante o real.

Com a queda desta sessão, o dólar volta a se aproximar dos 3 reais, valor considerado de resistência e atrativo de compra.

"O mercado vai voltar a testar o patamar dos 3 reais, talvez ainda esta semana", disse o sócio gestor da Leme Investimentos, Paulo Petrassi.

O dólar fechou abaixo dos 3 reais pela última vez em 4 de março, a 2,9807 reais. Nas duas semanas seguintes, contudo, o dólar entrou em ascensão até fechar na máxima em quase 12 anos em 19 de março, a 3,2965 reais.

Nesta manhã, o BC brasileiro vendeu a oferta integral de até 10,6 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 4 de maio, equivalentes a 10,115 bilhões de dólares. Até o momento, a autoridade monetária já rolou cerca de 66 por cento do lote total.