Publicidade
Cotidiano
Receita de quem passou

Aprovados nas universidades dão dicas para conseguir uma boa pontuação no Enem

Estudantes prepararam até um cronograma de estudos e de leituras para garantir seu lugar no ensino superior 07/05/2016 às 19:21 - Atualizado em 08/05/2016 às 15:31
Show enem
As amigas Maria Gabriele Valentim e Marcela Alfaia foram aprovadas na Ufam por meio do exame nacional (Enem) (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Isabelle Valois Manaus (AM)

Para todos os que irão tentar o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) neste ano, os aprovados nas universidades por meio do exame, que caminha entre os períodos letivos, afirmam que dedicação, leitura de temas atuais e compromisso com um cronograma de estudo, é a melhor forma de conseguir uma boa pontuação para concorrer as vagas nas universidades de todo o Brasil e até em outros países.

As amigas Maria Gabriele Rodrigues Valentim, 25 e Marcela Alfaia, 22, que cursam o 6º período de biblioteconomia na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), ambas foram aprovadas na instituição por meio do exame nacional. 

Maria é formada em jornalismo por uma universidade particular. Assim que concluiu o curso, decidiu que iria prestar vestibular para tentar uma vaga no curso de biblioteconomia. “Resolvi estudar por conta própria, sai buscando nas bancas de revistas, todos os materiais possíveis para o Enem e fiz um cronograma de estudos. Como gosto de ler tive mais facilidade. A minha ideia deu certo, tive uma boa pontuação e fui aprovada”, contou.

Para quem vai prestar o exame, Maria aconselha seguir o mesmo caminho. “É preciso está por dentro dos assuntos atuais. Se não tem um material de estudos, pode buscar na internet ou fazer como fiz, ir nas bancas de revistas e comprar os materiais necessários para estudar. Mas é preciso realmente estudar, ler e se dedicar”, disse.

No caso de Marcela foi um pouco diferente. Estudou o ensino médio no Colégio Brasileiro Pedro Silvestre e tudo o que havia aprendido dentro das salas de aula, quando chegava em casa revisava e aproveitava os livros dos anos anteriores para fazer uma revisão. 

“Esta revisão, me ajudou bastante. Não tive dificuldades. Aconselho aqueles que forem tentar o Enem que se tiverem os livros antigos em casa, que estudem neles, o assunto é geral, mas o importante realizar a releitura do material e se preparar mesmo. O exame não é nenhum bicho de sete cabeças só basta ter concentração”, reforçou.

A universitária do 3º período em bacharel em Química, Lorena Moura Lima, 19, contou que logo após que saiu do ensino médio, não conseguiu uma boa pontuação no Enem, logo não foi aprovada para as vagas que queria. A situação gerou motivação para Lorena desde o resultado. Ela preparou um cronograma de estudos e buscou vídeoaulas por meio do YouTube.

Aprovados em dois cursos

Bruno Stones, de 17 anos, foi aprovado com as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para dois cursos na Universidade do Algarve, em Portugal. Ainda aguarda o resultado de mais uma aprovação, todas as vagas ele tentou com a nota do exame.

Stones contou que soube por meio dos jornais que havia a possibilidade dos brasileiros tentarem vagas nas universidades de outros países, e com o apoio da família decidiu focar no curso de psicologia nas universidades de Portugal.

O estudante chegou tentar o exame quando estava no segundo ano do ensino médio para ter uma base de como era a prova. “Não fui muito bem, mas resolvi me dedicar o máximo no terceiro ano, e no Idaam, onde estudava realizávamos simulados idênticos com a prova e de lá que foi minha base, e realmente deu certo. A prova é cansativa, mas se tivermos atenção e boa leitura há a possibilidade de todos se saírem bem. Precisa realmente estar antenado nos temas atuais”, disse.

Adminstrar o tempo

Especialmente nesse exame, é importantíssimo saber administrar o tempo gasto em cada parte da prova. Não adianta passar metade do período fazendo uma ótima redação e não conseguir fazer as 90 questões. Da mesma forma, não é interessante fazer um texto ruim correndo para ter mais tempo para as 90 questões, reserve em torno de 1h10 para produzir seu texto, afirmam especialistas.