Publicidade
Cotidiano
Notícias

Dublagem 'purpurinada'

No YouTube, anônimos fazem divertidos vídeos com gírias homossexuais 14/01/2012 às 19:07
Show 1
Luisa Marilac é um dos hits mais famosos da internet
Vanessa Bayma Manaus

Será que a gente grelha, mana?”, “Eu sou a cara da riqueza” ou “É muito tal qual” são as frases divertidas que Luiz Gustavo, 25, responsável pelo “Tal Qual Dublagens”, usa em alguns vídeos cômicos e voltados para o público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e trangêneros) e que curte uma paródia, a partir da plataforma do YouTube. Com mais de 30 mil visualizações em algumas edições famosas, nas quais é gravada uma dublagem por cima de cena de novela ou entrevista, ou show, o canal bebe na fonte de alguns internautas que já fazem sucesso na rede.

Mas era brincadeira...

Como as edições nunca foram feitas com a intenção de serem profissionais, explicou Luiz, tudo começou apenas como uma brincadeira: “Eu já tinha visto alguns vídeos assim na Internet e o primeiro eu fiz há 2 anos, com uma cena da novela ‘Vamp’. Tive umas 5 mil visualizações”, contou.

Depois disso, Luiz, que nunca trabalhou com nada parecido e nem ganha para fazer nenhuma edição, começou a receber vários pedidos dos amigos para continuar com a diversão. Os mais famosos são as dublagens de Sandy (39.549 visualizações), da apresentadora da TV A CRÍTICA Baby Rizatto (3.146), uma cena do Titanic (1.309) e da dupla do programa “Zorra Total”, Valéria e Janete (3.342).

Dialeto baré

Não satisfeito em usar frases conhecidas no mundo LGBT, todas possuem referência manaura, seja pelo “maninha”, “caboquinha”, além de citação de boates como Cabaret Night Club e A2, além de alguns DJs residentes desses locais.

Atualmente, Luiz conta com 28 vídeos e disse que muitas pessoas de países como a Itália e até os Estados Unidos já comentaram suas edições. “Alguns amigos me contam que outros amigos, de fora da cidade, assistem e ficam perguntando o que é o Cabaret, o que significa a Nicole Kidman e algumas palavras que usamos”, explicou.

A brincadeira não virou profissional, mas o dublador ganhou grande visibilidade dessas casas noturnas, que passaram a lhe chamar para fazer vídeos anunciando a festa do final de semana na capital: “Agora tô fazendo um para o Cabaret e fiz para a festa Insana, com uma cena da novela ‘Vale Tudo’. Mas é algo que vejo e acho legal na televisão, depois procuro a cena no Youtube e faço as dublagens em cima”, disse.

Com programas básicos que já existem nos próprios computadores, como o “Movie Maker”, os vídeos são montados. Apesar de muitos personagens terem a voz diferente, Gustavo explicou que também usa um programa que muda o tom vocal, assim podendo parecer várias pessoas. Mas garante: faz tudo sozinho, com a  própria criatividade.

 Página

Os fãs aumentaram e agora a página do Facebook “Tal Qual Dublagens” foi criada, para manter o público informado sobre os novos vídeos e algumas festas. Mesmo sem possuir autorização e direito de imagem de algumas pessoas, Gustavo garante que não tem a intenção de denegrir a imagem de ninguém, mas de apenas fazer rir: “Não ofendo ninguém, só uso a imagem e coloco falas engraçadas que não vão denegri-las. Fiz uma vez um da Lorena Simpson e depois mostrei a ela, quando  tocou na Musique. Também sou fã da Baby, queria até saber se ela já viu meus vídeos”, revelou o dublador.

Além destes, Gustavo fez paródia com uma entrevista da cantora Britney Spears, outra no Jornal Nacional, cenas das novelas “Caminho das Índias” e “Vale Tudo”, além de dublar Luisa Marilac, Adele e até a cantora amazonense Eliana Printes.