Publicidade
Cotidiano
Notícias

Eleições 2016: Com previsão de crescimento, prefeitura de Iranduba é ambição de muitos

O município de Iranduba promete ter uma das campanhas mais acirradas no Estado. É  um dos mais visados pelos pré-candidatos nas eleições deste ano, atraindo tanto candidatos “forasteiros” como aqueles que por lá construíram sua trajetória. 17/01/2016 às 13:12
Show 1
Com a recente história de corrupção envolvendo a última administração municipal, a campanha deverá ter honestidade como mote. Até agora, sete já manifestaram interesse em entrar na disputa pela prefeitura.
Janaína Andrade Manaus (AM)

Cidade que teve prefeito preso suspeito de desviar R$ 56 milhões, o município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) já aparece com sete pré-candidatos para a prefeitura na eleição deste ano. Uma das pré-candidatas é a prefeita em exercício, Maria Madalena de Souza - a Madá (PSDB).

Maria Madalena, antes coadjuvante na administração municipal, assumiu a prefeitura de Iranduba no dia 10 de novembro do ano passado, após o prefeito, Xinaik Medeiros (Pros) ser afastado do cargo e preso, sob a acusação de integrar uma organização criminosa que praticou fraudes em licitações, aluguéis superfaturados e pagamento de propinas.

Presidente do PSDB no Amazonas, Mário Barros, afirmou que “naturalmente” Madá poderá ser a candidata da sigla novamente em Iranduba, entretanto, ressaltou que este é “um processo que tem de ser avaliado a todo instante”. “Ela (Madá) inclusive sabe disso e lá na frente iremos definir em conjunto com o prefeito Artur Neto e com o deputado Artur Bisneto [quem será o candidato]”, declarou Barros.

A reportagem tentou contato com Madá através do telefone 992xxxx30, mas até o fechamento desta matéria não foi atendida.

Dos outros seis candidatos, três estreiam na disputa pela Prefeitura de Iranduba: Leonel Feitoza (PSD), presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM); Josildo dos Rodoviários (PCdoB), vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM) e Alain da Ceam (SDD), engenheiro eletricista.

Três vezes candidato à prefeito de Iranduba e caminhando para a quarta investida, o empresário Francisco Gomes da Silva, conhecido como “Chico Doido”, não perdeu a confiança e, segundo informações de bastidores, será candidato este ano. Na eleição de 2012, o candidato era filiado ao PP. Chico está filiado desde o dia 9 de outubro de 2015 ao DEM, do deputado federal Pauderney Avelino.

Rafael Romano Junior do PTB – candidato confirmado à prefeitura de Iranduba -  possui em seu currículo duas eleições no município; a primeira em 2008, quando foi candidato a vice-prefeito na coligação Renovar é Preciso (PR/PPS/ PSB/PCdoB), encabeçada por Chico Doido. E em 2012, candidato a prefeito, obtendo 1.151 votos. Romano na eleição de 2014, aspirou uma cadeira da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

Trazendo na bagagem a experiência à frente da prefeitura de Iranduba no exercício de 2008-2012, Nonato Lopes figura como candidato do PMDB para buscar um novo mandato. Das seis eleições que disputou, sendo três para deputado estadual (1994, 1998 e 2002) e o restante para a Prefeitura de Iranduba (2000, 2004 e 2008), Nonato Lopes conseguiu ser eleito apenas na de 2008.

‘Na política, tudo é possível’, diz Leonel

Na semana passada, questionado sobre a eleição para a prefeitura de Iranduba, o presidente do Detran, Leonel Feitoza afirmou, que “na política, tudo é possível”. “Qualquer eleição é eleição. Tenho até o dia 2 de abril, mas gosto muito do meu trabalho aqui (no Detran), questões eleitorais vou deixar para discutir depois do Carnaval ou finalzinho de março. Mas essa é uma questão que não depende apenas de mim, tenho que conversar com o governador Melo e com o senador Omar Aziz”, disse.

 Rafael Romano Júnior afirmou que, para ele, a eleição deste ano em Iranduba terá diferencial. “Após o escândalo envolvendo o ex-prefeito (Xinaik) a população está mais temerosa, desconfiada e a credibilidade dos políticos está em baixa, mas vou focar minha campanha da defesa da transparência na administração do município. Se eleito, garanto que irei colocar à frente das secretarias pessoas com conhecimento técnico, especialista naquela área”, prometeu Romano.

Campanha com foco na população

Debutando na eleição deste ano para a prefeitura de Iranduba, Alain da Ceam (SDD), falou pela população “irandubense”. “Chegou a hora de lavar a corrupção de Iranduba. Iranduba hoje está passando por uma experiência terrível, que é ser evidenciada por casos de improbidade, desvio de milhões e quem tem o poder de mudança é a população. Acredito que possa representá-los e atender a esse anseio de uma gestão transparente”, disse Alain.

Inaugurando numa disputa por prefeitura, Josildo dos Rodoviários (PCdoB) destacou que Iranduba precisa de um gestor que “acabe com os saques aos cofres”.

“Acredito que dê para mudar muita coisa, como a questão do transporte em Iranduba que é caótico, com tarifas caras, apesar de ser um município próximo de Manaus. Vamos mostrar que Iranduba, por ser o município mais próximo de Manaus, pode e deve ser um dos melhores em desenvolvimento”, declarou Josildo.

Análise: Afrânio Soares, analista político

"Creio que o mote principal para a disputa eleitoral no município de Iranduba será a honestidade,  uma vez que reinou há pouco tempo a desonestidade. O município está,  após a prisão do prefeito (Xinak Medeiros - Pros),  sendo governado pela vice prefeita. Temos diversos perfis,  incluindo o ex-prefeito Nonato Lopes e o Chico Doido.  A própria prefeita em exercício (Madá)  pode ter interesse em disputar reeleição. No caso dos candidatos forasteiros (Leonel Feitoza e Josildo dos Rodoviários), se tiverem trabalho social ou até mesmo empresarial no município de Iranduba, poderão ter chances.  Alguns prefeitos eleitos em 2012 não eram filhos das cidades que os elegeram,  como, por exemplo, foi o caso de Borba (José Maria - PSD) e Rio Preto da Eva (Luiz Ricardo - PRP). Contudo, no caso destes dois, ambos já residiam e trabalhavam há bastante tempo nos locais, que é um aspecto que pesa numa eleição."