Publicidade
Cotidiano
Notícias

Em Bruxelas, Dilma diz estranhar contestação da UE sobre a ZFM

Presidente participa da 7ª Cúpula Brasil-UE em Bruxelas, capital da Bélgica; em visita a Manaus no último dia 14, Dilma tinha anunciado defesa do modelo 24/02/2014 às 09:13
Show 1
Dilma durante visita a Manaus, no dia 14 de fevereiro, onde prometeu ir à UE defender a Zona Franca
REUTERS Bélgica

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (24) que o governo brasileiro estranhou a contestação da União Europeia junto à Organização Mundial do Comércio sobre a Zona Franca de Manaus e o programa Inovar-Auto.

Ao participar da 7ª Cúpula Brasil-UE em Bruxelas, Dilma disse que o Brasil deseja que as relações comerciais e de investimentos com a União Europeia sejam as mais amigáveis possíveis.

No último dia 14 de fevereiro, durante visita a Manaus para inauguração de novas casas do Residencial Viver Melhor, a presidente havia anunciado a defesa do modelo contra os ataques da UE, que alega que os privilégios fiscais da Zona Franca não são compatíveis com um ambiente “saudável” e competitivo de comércio.