Publicidade
Cotidiano
Notícias

Em Coari (AM), oposição aceita posse de Raimundo Magalhães como prefeito

Iranilson Medeiros, presidente da Câmara do município amazonense - o segundo mais rico do Estado - não entrará com recurso contra decisão judicial que garantiu vitória de empresário 21/04/2015 às 13:51
Show 1
Iranilson Medeiros (foto) foi um dos que assumiram a Prefeitura de Coari até que Magalhães, 2º colocado nas eleições de 2012, tomou posse
acritica.com Manaus (AM)

O presidente da Câmara Municipal de Coari, Iranilson Medeiros (DEM), informou, ontem, por meio de sua assessoria, que não entrará com recurso contra a decisão da juíza Dinah Câmara que, no final de semana, negou liminar (sentença rápida e provisória) pedida por ele para anular a posse do prefeito Raimundo Magalhães (PRB).

Na quinta-feira, Magalhães foi empossado em sessão solene realizada por sete dos 15 vereadores do município. Nenhum membro da mesa diretora, que apoia Iranilson Medeiros, não participaram do ato. O presidente exercia o cargo interino de prefeito. Em fevereiro de 2014 o  titular do posto, Adail Pinheiro (PRP) foi preso por pedofilia. O vice dele Igson Monteiro renunciou um ano depois.

Em dezembro, Adail  foi cassado pelo TSE.  Magalhães, o segundo colocado na eleição de 2012, foi impedido de assumir no dia 25 do mês passado por decisão do juiz do TRE-AM Délcio Santos. Na semana passada, a corte permitiu a posse. No próximo dia 27, o tribunal deve julgar o processo que pode resultar em nova eleição em Coari.