Publicidade
Cotidiano
NEGÓCIOS

Empresas apostam em atividades voltadas para mães e filhos em Manaus

Escola de inglês, treino funcional e cinema são algumas das novidades para as supermães que não desgrudam dos seus pequenos 01/10/2017 às 05:00
Show mae
Filhos acompanham os pais nos treinos no Gaff Studio (Foto: Evandro Seixas)
Larissa Cavalcante Manaus (AM)

Encontrar tempo para estudar, cuidar do corpo e ir ao cinema é um grande desafio para as mamães. Muitas mulheres não conseguem encontrar tempo para realizar estas atividades porque nem sempre têm com quem deixar o bebê. Pensando nisso, empresas locais oferecem serviços para que mães e pais possam realizar suas atividades com a presença dos pequenos, lado a lado e sem preocupações.

É o caso da escola de inglês Embassy que está oferecendo uma turma pensando nas mamães que buscam profissionalização e a retomada ao mercado de trabalho. Intitulado de ‘Business Mommies’, o projeto tem como diferencial um espaço dedicado para que as mães possam deixar seus filhos sob cuidados de uma professora que fará o contato dos pequenos a língua inglesa, por meio de dinâmicas e brincadeiras.

Segundo a diretora de estudos, Ana Paula Petrosino, esse já era um desejo da escola e o projeto busca otimizar o tempo das mães sem deixar de estarem perto de seus bebês. “A metodologia será adaptada para necessidade de cada mãe. A procura está sendo boa. As mães matriculadas irão passando por aulas testes para moldar o programa e torná-lo personalizado”, explica.

As aulas serão realizadas duas vezes por semana (terças e quintas), das 15h às 16h, para mães que possuem ou não intimidade com a língua inglesa.

Maternidade ativa

Ficar longe do filho não é mais argumento para afastar as mamães dos exercícios. O Gaff Studio oferece toda a infraestrutura para que as crianças possam brincar de se “exercitar” enquanto os adultos treinam pra valer. “Também sou mãe e é comum as mulheres deixarem de praticar atividades físicas por não ter com quem deixar a criança. Então, unimos o útil ao agradável. Deixamos o espaço livre para as mães trazerem seus filhos. É tanto que não existe uma turma com horário específico, fica a critério delas a escolha do melhor horário”, explicou a personal trainer Vivian Ramos.

Vivian ressaltou que o incentivo reflete diretamente no rendimento da criança. “Quando a criança vê os pais fazendo exercício físico é muito fácil dela absorver a prática como um hábito saudável. As atividades realizadas são globais e cadenciadas com o próprio peso do corpo”, afirmou.

Quem gostou da brincadeira foi a pequena Maria Fernanda, de apenas 1 ano e 11 meses. Ela e a mãe, odontopediatra, Mariana Lopes Jacob, podem ficar mais tempo juntas. “A experiência está sendo a melhor impossível e com a presença dela já não me sinto tão culpada. Já tentei outras modalidades, mas é muito complicado leva-la e aqui (Gaff) é perfeito. Nos divertimos juntas e a ideia é passar pra minha filha a importância da prática da atividade física”, contou.

Sessão especial

Um dos desafios que as mães enfrentam é levar o bebê para o cinema. Surgiu dessa ideia o projeto CineMaterna que promove sessões especiais para mães, pais e bebês de até 18 meses. A iniciativa nasceu em 2008 por uma associação de mães e é adotada por redes de cinema de todo o país. A ação está presente em 46 cidades brasileiras e em 101 salas de cinema. Em 2016, o projeto recebeu 51 mil adultos e 29 mil bebês, segundo dados da Associação CineMaterna.

Pensando no conforto dos bebês, as sessões têm características especiais. Dentro das salas há trocadores de fraldas, a iluminação é leve, a temperatura do ar-condicionado é adequada e o som é mais baixo que as sessões regulares. Após o filme, é disponibilizado espaço para as mães que quiserem trocar experiências.

Para a administradora Kátia Medeiros, mãe do João Francisco de apenas de 3 anos, a proposta do CineMaterna é muito boa por incentivar a retomada da vida social da mulher com a presença agora do filho. “Foi uma experiência muito importante na nossa vida. É fundamental por ser o momento das mães saírem do casulo e é a ressocialização. A sala é toda adaptada e acolhedora. É fundamental você se sentir bem de estar naquele local com o bebê”, relatou.

De acordo com a fundadora do CineMaterna, Irene Nagashima, a procura pelas sessões é boa, porém ela identifica que há mais mães que poderiam desfrutar e usufruir dos benefícios de, aos poucos, retomar a vida social e cultural.

“As sessões são especialmente preparadas para proporcionar conforto e relaxamento aos pais com bebês de até 18 meses. Outras pessoas podem frequentar, porém com a ciência de que as mães são a maioria e os bebês têm direito a fazer sons, ruídos e dar um chorinho”, explica Irene.

Em Manaus, a próxima sessão está prevista para ocorrer nesta terça-feira (3) no PlayArte Manauara, e no dia 19 no Cinépolis Ponta Negra. A escolha do filme é feita por meio de enquete no site do projeto (cinematerna.org.br), que fica aberta até 10 antes da data. Os filmes a serem escolhidos serão os que estiverem em cartaz no momento, exceto os de gêneros de ação e terror. Para incentivar o público, nos cinemas credenciados da cidade os pais pagam meia entrada.

Serviço

O que: Embassy Escola de inglês voltada ao universo do business
Onde: Rua Rio Tarauacá, nº 3, Vieiralves
Contato: 3584-3756

O quê: GAFF STUDIO Treino funcional entre pais e filhos
Onde: Rua Rio Madeira, nº 27, Vieiralves, dentro da Área Fit
Contato: 3328-2206/ 98102-2060