Publicidade
Cotidiano
Notícias

Empresas investem em treinamento voltado para o resultado imediato

Empresas públicas e privadas percebem que as pessoas vêm antes dos processos e investem em capacitação de equipes como meio para atingir objetivos estratégicos 23/03/2013 às 12:58
Show 1
Para Adalfran Lima, o aperfeiçoamento não deve restringir-se aos responsáveis pela atividade fim das organizações
acritica.com Manaus

Investir em treinamentos voltados para a atividade fim da organização já não é a única preocupação das empresas que pensam de forma estratégica. Para ocupar lugar de destaque na economia da competitividade, instituições privadas e públicas estão dando um passo além do convencional – o treinamento voltado para o resultado imediato – preparando colaboradores de todas as áreas para os desafios do mercado competitivo.

Na avaliação do analista de Gestão Integrada da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), Adalfran Lima, resultados satisfatórios podem ser obtidos através de investimentos em treinamentos, voltados para a gestão estratégica. “No passado, as empresas focavam esse investimento apenas nos processos que apresentavam lucros financeiros imediatos e, atualmente, observa-se que o aperfeiçoamento precisa ser realizado em todos os ramos de uma organização, mesmo os administrativos”.

É o caso da própria Fucapi, que mantém sobre o Departamento de Gestão Integrada a responsabilidade de elaborar, planejar e executar as capacitações do corpo funcional. Lima explicou que, na Fucapi, os principais treinamentos são oferecidos aos colaboradores que lidam diretamente com atendimento ao cliente, apresentação de projetos, produtos e relatórios. “São as pessoas que apresentam o nome da Fucapi fora da instituição. A cada mês temos uma percepção de melhoria na qualidade”, destacou.

No Hospital Santa Júlia, uma das metas prioritárias é a aquisição do Selo de Acreditação, certificado internacional concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). A meta faz parte do plano estratégico de gestão do Santa Júlia. Apenas 5% dos hospitais da rede particular brasileira possuem a certificação que confere excelência ao hospital credenciado. De acordo com a diretora do Hospital, a médica Julia Gonçalves, a meta deverá ser alcançada com o auxílio do processo de capacitação das equipes técnicas.

O superintendente do Manaus Plaza Shopping, Jorge Daou, disse que um dos principais objetivos das capacitações realizadas no centro de compras é a normatização, de acordo com as necessidades estratégicas da organização. “Os nossos treinamentos de curto prazo são focados na execução de tarefas rotineiras. Já os de médio e longo prazo dão um passo além da estratégia de gestão, que é buscar desenvolver no colaborador as habilidades compatíveis com o perfil que desejamos para a empresa”, frisou.

Além das ações permanentes de capacitação que já permitiram a certificação do centro de compras na norma internacional ISO 9001, o Plaza está realizando uma série de treinamentos, voltados para a satisfação dos clientes. “Os treinamentos são previstos no nosso Plano Anual. Mensuramos os resultados através de indicadores que avaliam a eficácia das ações”, disse Jorge Daou.

Do privado para o público

Trazer as experiências de sucesso da iniciativa privada para a administração pública é uma das novas diretrizes do executivo municipal, para a área de capacitação, conforme explica a diretora-presidente da Fundação Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (FESPM), Luiza Bessa Rebelo. A FESPM tem a missão de promover a capacitação dos servidores da Prefeitura de Manaus.

A diretora frisa que essa nova orientação é um dos fatores que contam na escolha dos instrutores que ministram treinamentos de curta, média e longa duração na FESPM. Aliado a esse fator, há, ainda, um estudo completo que inclui levantamento de necessidades específicas da Prefeitura.

Escritório modelo

De acordo com Luiza Rebelo, a capacitação dos servidores ocupa lugar estratégico nos planos da Prefeitura. O órgão está encarando o desafio de treinar os servidores, que irão atuar no Escritório Modelo de Gerenciamento de Projetos, cuja implantação deverá ocorrer ainda neste ano. A primeira fase do treinamento, intitulado “Curso de Gestão de Projetos: da elaboração à prestação de contas”, será lançado amanhã. O objetivo principal do escritório será a captação de recursos financeiros para Manaus junto ao Governo Federal e instituições financeiras.

O Escritório Modelo ficará sob a tutela da Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), que tem como titular o empresário Ulysses Tapajós, ex-presidente da Masa da Amazônia, eleita duas vezes a melhor empresa para se trabalhar no Brasil e um dos maiores cases de sucesso do Polo Industrial de Manaus. A escolha do secretário pela atual gestão é um dos indicadores de que a administração pública está buscando replicar na gestão municipal ações que deram certo em empresas privadas.