Publicidade
Cotidiano
PERÍCIA

Equipamento que identifica origem de projéteis de armas de fogo será usado no AM

A Polícia Técnico-Científica conseguirá dar maior celeridade aos laudos em que se busca a autoria de crimes com base em projéteis e estojos de balas encontrados em cenas criminais 17/12/2017 às 15:04
Show foto per cia
O perito Jefferson Mendes é diretor do Departamento de Polícia Técnico-Científica (Foto: Divulgação/SSP)
acritica.com* Manaus (AM)

A partir do ano que vem, o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) passa a contar com um novo comparador balístico, o que vai ampliar a capacidade da perícia na identificação de crimes. Com o novo equipamento, será possível dar maior celeridade aos laudos em que se busca a autoria de crimes com base em projéteis e estojos de balas encontrados em cenas criminais.

Fruto de um convênio entre a SSP-AM e o Ministério da Justiça, a tecnologia representa um investimento da ordem de R$ 339,5 mil. O microscópio realiza uma comparação balística detalhada de armas de fogo, com os projéteis encontrados na cena do crime, permitindo que seja comprovada mais rapidamente por meio de laudo a autoria. O DPTC já possui dois equipamentos do modelo em operação.

“Esse equipamento nos ajuda a dar a identidade da arma, a impressão digital, digamos assim. Capta através das microranhuras que ficam no projétil ou no estojo e consegue determinar se as balas são de determinadas armas, ajudando a elucidar os crimes com maior precisão, proporcionando um laudo balístico mais técnico”, explicou o diretor do DPTC, perito Jefferson Mendes.

*Com informações de assessoria de imprensa