Publicidade
Cotidiano
Notícias

Etta James morre aos 73 anos vítima de leucemia

Em novembro do ano passado, ela foi internada para tratar dos últimos estágios da doença. Etta passou o Ano Novo ao lado dos filhos, Donto  -que tocou na banda dela durante 15 anos -e Sametto James, no quarto do hospital, onde assistiram a contagem regressiva, informou o filho Donto à CNN 20/01/2012 às 13:31
Show 1
Em cadeira de rodas, Etta James se apresenta no 26º Playboy Jazz Festival em Hollywood (19/6/2004)
UOL/MÚSICA ---

A cantora norte-americana Etta James morreu nesta sexta-feira (20) vítima de leucemia. Ela foi diagnosticada com a doença em janeiro do ano passado. Segundo a rede de notícias CNN, a cantora estava com os filhos e o marido ao seu lado no momento da morte. Etta completaria 74 anos na próxima quarta (25).

"Essa é uma tremenda perda para sua família, amigos e fãs ao redor do mundo", disse sua empresária e melhor amiga Lupe de Leon. "Ela era uma cantora verdadeira e original. Trabalhei com ela por 30 anos, ela era minha amiga e sentirei sua falta sempre", falou sobre a cantora, considerada ícone do soul, do blues, do rock e do R&B.

Em novembro do ano passado, ela foi internada para tratar dos últimos estágios da doença. Etta passou o Ano Novo ao lado dos filhos, Donto --que tocou na banda dela durante 15 anos-- e Sametto James, no quarto do hospital, onde assistiram a contagem regressiva, informou o filho Donto à CNN. Ela deixou o hospital no dia 6 de janeiro para ficar em casa com os filhos e o marido.

Etta, que também sofria de demência, lutou contra a obesidade e seu vício por heroína ao longo de sua vida. Em 2003, foi submetida a uma operação gástrica. Nos últimos tempos, foi internada várias vezes, uma delas por infecção no sangue. Ainda assim, Etta se manteve ativa na indústria musical, e em novembro passado lançou o disco "The Dreamer".

 O marido da cantora, Artis Mills, que até então tomava todas as decisões por ela, agora deverá compartilhar com os filhos de Etta os próximos passos sobre o fim da vida da artista. Por decisão judicial, Mills também tem limites sobre a fortuna de Etta e não poderá "hipotecar seu catálogo de músicas".

 Vida e obra

Etta nasceu Jamesetta Hawkins no dia 25 de janeiro de 1938, em Los Angeles, e começou a cantar aos cinco anos de idade em uma igreja próxima à sua casa. A fama chegou nos anos de 1950 e 1960, quando o blues e o R&B entraram em seu repertório. Uma de suas músicas mais conhecidas é a versão de "At Last", de Mack Gordon e Harry Warren.

 A cantora --que também fez sucesso com "The Wallflower" e "Good Rockin' Daddy"-- ganhou seis prêmios Grammy e foi uma figura importante também para o rock and roll, integrando o Hall da Fama do Rock em 1993. Em 2001, ela entrou no Hall da Fama do Blues. Etta lançou mais de 30 álbuns ao longo de sua carreira.