Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ex-vereadora de Manaus conta como foi o terremoto na Costa Rica

Rossana Graffigna mora na Costa Rica. Ela conta como foi o terremoto e diz que as aulas foram suspensas para uma avaliação do prédios 05/09/2012 às 16:46
Show 1
Homem observa Igreja parcialmente destruída após o terremoto na Costa Rica
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

Um terremoto de magnitude 7,6 atingiu nesta quarta-feira a Costa Rica, sacudindo prédios e cortando o fornecimento de energia em algumas áreas da capital San José.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro do tremor aconteceu na costa oeste da Costa Rica, a cerca de 140 quilômetros de San José.

A amazonense Rossana Graffigna, que foi vereadora em Manaus, estuda na Capital da Costa Rica e disse que os moradores de San José disseram que postes de eletricidade balançaram nas ruas e ela estava dirigindo quando a terra tremeu.

“Eu estava dirigindo e de repente senti como se várias pessoas estivessem empurrando meu carro. Um horror!”, contou. Rossana disse que sua família está bem. Ela mora na Costa Rica com o marido e três filhos. “Nessas horas que eu gostaria de estar na minha terra”, disse Rossana

Homens observam a destruição em um supermercado após o terremoto

O terremoto foi sentido até em Manágua, na capital da Nicarágua.  Até as autoridades do Chile alertaram para a possibilidade de um Tsunami na costa do Pácífico. Em 2009, a Costa Rica sofreu com um terremoto com magnitude 6,1, quando 40 pessoas morreram.

Segundo a Cruz Vermelha, duas pessoas morreram nesta quarta-feira, na Costa Rica, em decorrência do terremoto.