Publicidade
Cotidiano
Notícias

Exposição ensina como reaproveitar materiais jogados e desperdiçados no lixo

Exposição “Feira da Mãe Terra”, realizada em alusão ao Dia Mundial da Educação Ambiental, quis alertar a população sobre os danos ambientais causados à naturezaO objetivo da exposição “Feira da Mãe Terra”, realizada naúltima terça-feira (26), em alusão ao Dia Mundial da Educação Ambiental,comemorado todo dia 26 de janeiro,  foi alertar a população sobre os danosambientais causados à natureza e as formas de contribuir com apreservação  27/01/2016 às 09:43
Show 1
Exposição apresentou produtos que antes eram descartados e hoje são transformado em diversos objetos, como brinquedos e acessórios usando garrafas PET, paletes, entre outros
Silane Souza Manaus (AM)

Já pensou ter móveis para sala, cozinha, quarto e área de lazer, além de brinquedos e acessórios diversos feitos a partir de produtos reaproveitados, como restos de madeira, paletes, garrafas PET, bombonas, pneus, papelão, caixa de leite, jornal, revista, palito, entre outros, que você joga no lixo por “achar” que não tem serventia nenhuma? Sim. Isso é possível e além de barato, o benefício que esse procedimento traz para o planeta é imenso.

Foi o que mostrou, na última terça-feira (26), a Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz no Amazonas, durante a exposição “Feira da Mãe Terra”, realizada em um shopping na Zona Sul. O objetivo do evento, em alusão ao Dia Mundial da Educação Ambiental, comemorado todo dia 26 de janeiro, foi alertar a população sobre os danos ambientais causados à natureza e as formas de contribuir com a preservação.

A coordenadora da embaixada no Amazonas, Cleusa Martins, revelou que a exposição foi realizada simultaneamente em todos os Estados brasileiros e em mais 20 países. Manaus recebeu o evento pela primeira vez. “Nós atuamos na capital amazonense com outras frentes de trabalho, mas com a ‘Feira da Mãe Terra’ esse é o primeiro ano”, afirmou.

Além de comemorar a data festiva, os integrantes da embaixada mostram para a população a importância da reciclagem e o que se pode fazer com o material que iria parar no lixo. “De tudo que se imaginar dá para fazer”, enfatizou.

Durante o evento de terça-feira (26), o público pode conferir dicas de como reaproveitar materiais recicláveis. Também viram os objetos criados a partir desses produtos como, por  sofá, pufs, mesas, cadeiras, bolsas, porta cartões, sapateira, acessórios diversos e até sabão em barra feito com óleo de cozinha usado.

Conforme Cleusa, um dos principais objetivos da organização é evitar o máximo possível que os produtos que demoram muito tempo para se decompor sejam jogados no meio ambiente. “Nós tentamos conscientizar as pessoas porque a terra é um ser vivo e está doente, precisa de ajuda, e nós temos que ajudá-la a se recuperar porque não há outra terra. Destruindo essa nós estamos nos destruindo também, pois não temos para onde ir”, salientou.

Novas oficinas em março

Além da Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz no Amazonas, a exposição “Feira da Mãe Terra” contou com a participação das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp). Equipes das duas pastas também expuseram objetos criados a partir de produtos reaproveitados e recicláveis.

A instrutora de curso sobre Educação Ambiental da Semmas Francisca Godinho, disse que a partir do dia 7 de março a secretaria começará a programação de oficinas no Espaço Ecam da Cidadania Ambiental, no Uai Shopping São José, Zona Leste.

Conforme ela, a primeira oficina será de ‘fuxico com retalho’ e qualquer pessoas interessada pode participar. “Temos duas turmas, uma de manhã, de 8h às 11h30, e outra a tarde, no horário de 13h30 às 16h30. As inscrições para participar das oficinas podem ser feitas na hora”, declarou.

Vítimas do holocausto

Nesta quarta-feira (27), a Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz no Amazonas realiza a exposição “Marcas para não esquecer” em alusão ao Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, comemorado nessa quarta-feira. O evento será realizado no mesmo shopping onde ocorreu a “Feira da Mãe Terra”.

De acordo com a coordenadora da embaixada no Amazonas, Cleusa Martins, o objetivo da exposição fotográfica é enfatizar que o fato aconteceu. “Nós queremos que esteja viva na memória das pessoas a lembrança dessa tragédia tão grande para que nunca mais volte a acontecer”, enfatizou.

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto foi criado em 2005 pela Assembleia Geral das Nações Unidas. A data, uma homenagem aos seis milhões de judeus e às outras vítimas da exterminação nazista, marca o dia em que tropas soviéticas libertaram o campo de extermínio de Auschwitz, na Polônia, em 27 de janeiro de 1945.

Invenção

O marido da ativista Telma Maria Ferreira Pena, 46, inventou uma máquina de encher balão com o motor de um bebedouro que iria parar no lixo, caso não fosse reaproveitado. A invenção simples enche até pneu de bicicleta.

Criações

Os instrutores do setor de Educação Ambiental da Semmas apresentaram um baú feito com papelão que serve de depósito para diversos objetos, além de bolsas criadas a partir de banner e carteiras de caixa de leite, entre outros.