Publicidade
Cotidiano
Notícias

Fã-clubes de ídolos regionais se tornam mais intensos

Os fãs-clubes se tornam mais abrangentes, começam a derrubar preconceitos e tabus e a incluir pessoas de todas as idades e lugares 23/09/2012 às 15:04
Show 1
Cantor sertanejo Breno Marx tem pelo menos dois fãs clubes, sabe quem os fundou e mantém sempre contato com os fãs do clube
Gabriel Machado ---

Um passatempo que parecia ser comum apenas entre adolescentes e crianças quebrou, com o passar dos anos, diversos preconceitos e estereótipos e vem se tornando uma atividade bastante comum entre pessoas de todos os cantos do mundo e idade, prova disso é o grande número de artistas amazonenses que o possuem. Estamos falando dos fã-clubes.

Estes grupos de indivíduos que expressam de forma pública a sua admiração por uma pessoa famosa, ideia ou lugar invadiram a terra baré e têm acompanhado de perto o passo a passo de nomes como Breno Marx, Fátima Silva e Tatiana Sobreira.

No caso do cantor sertanejo, famoso pelos hits “Amor Pra Vida Inteira”, “Anjo Meu” e “Passatempo”, o amor dos manauaras é tanto que não coube em um fã-clube apenas. “Conheço os dois e quem os criou, a Lane e a Raizza, e sempre trocamos ideias e mensagens”, declarou Marx, que ainda disse ter grupos de fãs nas regiões Sul e Sudeste.

Segundo Lane Moraes, a representante do fã-clube “Amigas do Breno”, a sua admiração pelo cantor começou em outubro do ano passado, quando viu umas fotos de Marx na internet. “A partir daí procurei saber mais sobre a sua carreira e passei a fazer parte do fã-clube oficial dele, o 'Passatempo', feito pela Raizza Lima”, comentou a administradora.

Mesmo muito ocupado, Marx afirma que faz o possível para se manter por perto de seus admiradores. “A gente se reúne sempre que dá, pois, como viajo bastante, fica muito difícil. Mesmo assim, estamos sempre nos falando pelo Facebook”, afirmou o cantor, agradecendo, mais uma vez, o carinho que recebe dos fãs.

No caso de Fátima Silva, a admiração do grupo formado por Joana Hasimoto e suas amigas vem há mais tempo. “Conheci o trabalho dela (da Fátima) há mais ou menos oito anos, quando assisti a um dos seus shows no Bar Zero Grau”, revelou Joana.

Intitulado “Fã-Clube Fátima Silva Musa Grau Dez” – em alusão ao bar onde a cantora costuma se apresentar –, o grupo, que possui mais de 30 integrantes cadastrados, costuma se reunir todas as sextas-feiras e sábados, no Zero Grau, para assistir à sua musa.

Sobre a relação com Fátima, Joana diz ser a melhor possível. “Até hoje ela diz não acreditar ter um fã-clube, que não está acostumada com isso”, brincou.

Jornalista Tatiana Sobreira tem fã-clube oficial em Manaus



Não são apenas os músicos que se destacam entre as personalidades que possuem fã-clubes em Manaus. A jornalista Tatiana Sobreira também é uma das presenteadas com um grupo de fiel seguidores.

“Minha relação com os meus fãs sempre foi muito próxima e iniciou na primeira rádio em que trabalhei. Depois, com a televisão, ele ficou maior”, explicou a jornalista.

Assim como Marx, Tatiana reúne fãs por todo o País, passando por Rondônia, Curitiba, São Paulo e Ceará. “É admirável a postura como pessoa e profissional que a Tatiana tem. Tudo o que ela escreve é muito bom, pois ela viveu tudo aquilo”, declarou Marly Martins, vice-presidente do “Fã-Clube Oficial Tatiana Sobreira”.

“Nós, do grupo, sempre fomos muito fãs de jornalismo e escolhemos a Tatiana como ícone. No nosso primeiro encontro, ela foi super simpática e, de cara, já aderiu ao fã-clube”, revelou Sheysiane Oliveira, presidente do grupo.

“Sem eles (os fãs), o meu trabalho não faria sentido. Por tudo que passei, por tudo que perdi e pelas escolhas que tive que fazer, se não fosse pelo apoio deles e da minha família, eu não teria continuado”, encerrou Tatiana.