Publicidade
Cotidiano
Notícias

Famílias são retiradas de invasão recém criada em Área de Preservação Permanente no AM

Aproximadamente 300 lotes já haviam sido demacarados desde a última quarta-feira (15). O local é uma Área de Preservação Permanente 17/02/2012 às 14:39
Show 1
Invasores reunidos após serem retirados da APP
Mariana Lima e Milton de Oliveira Manaus

Invasores da recém criada comunidade Raio de Sol II, localizado na Zona Norte de Manaus, tiveram seus barracos desmontados na manhã desta sexta-feira (17) por funcionários da Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab).

Segundo informações da Suhab, aproximadamente 100 lotes pertencentes a 300 famílias estavam sendo demarcados desde a última quarta-feira (15). Os invasores tiveram que abandonar o local, pois a área é considerada inapropriada para a construção de conjuntos habitacionais, além de pertencer a uma Área de Proteção Permanente (APA) e possuir a nascente de um rio.

Para realizar a desocupação estiveram presentes representantes da Polícia Militar, Batalhão Ambiental, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), além de técnicos da Suhab.

Durante a retirada não foi registrado confronto físico com a polícia. Os invasores, no entanto, saíram da área protestando, afirmando que o local estava abandonado e era usado por bandidos para esconder cadáveres.

Segundo a Suhab o local pertence à Superintendência e um projeto para a construção de um quartel para a Cavalaria está sendo estudado para a área.

Os invasores assistiram seus barracos sendo destruídos alojados no Conjunto Habitacional Raio de Sol I, local onde já foi uma invasão.